Edição anterior (1212):
terça-feira, 06 de março de 2018
Ed. 1212:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1212): terça-feira, 06 de março de 2018

Ed.1212:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Prefeito acompanha o trabalho das equipes nos locais atingidos pela chuva

São cerca de 120 pessoas atuando na limpeza, reconstrução de vias, e em vistorias em imóveis nas regiões afetadas

O prefeito Bernardo Rossi segue acompanhando o trabalho das equipes nos locais atingidos pela chuva de sábado passado. Na manhã desta segunda-feira (05.03), o prefeito esteve no Lagoinha, Morin, Provisória, Corrêas e no Bela Vista. À tarde ele esteve no Caxambu, região mais afetada pela cabeça d’água – grande volume de água concentrado em determinada região. São cerca 120 pessoas atuando na limpeza, reconstrução de vias, controle do trânsito e em vistorias em imóveis.

“As equipes da prefeitura seguem trabalhando para restabelecer a normalidade das áreas que foram afetadas no menor tempo possível. Estamos todos empenhados em recuperar as áreas mais atingidas. Graças ao trabalho em conjunto das nossas secretarias, estamos conseguindo resultados rápidos. As equipes estão mobilizadas para dar uma resposta o quanto antes para a população”, garantiu o prefeito Bernardo Rossi que, pela manhã, decretou situação de emergência nas localidades de Bela Vista e Caxambu. “O instrumento jurídico nos dará chance de agir mais rápido e de receber recursos federais para a recomposição das áreas”.

No Lagoinha, Morin e Provisória, as frentes de trabalho realizam vistorias em imóveis atingidos por deslizamentos de terra. Uma equipe da Secretaria de Assistência Social (SAS) está cadastrando as famílias vítimas das barreiras. Jaqueline Toraldo, de 43 anos, mora na Rua Augusto Severo e agradeceu a resposta rápida da prefeitura. “Todas as equipes foram muito humanas e nos atenderam da melhor maneira possível. Neste momento em que a gente sofre tanto, é importante a gente saber que pode contar com profissionais que vão nos ajudar. A presença da prefeitura traz mais segurança para a gente”, disse.

No Bela Vista, as equipes trabalham na implosão de uma pedra e na remoção do restante do material que impede a passagem de veículos. Dois caminhões e duas retroescavadeiras estão sendo usadas no local. “Ainda bem que as equipes chegaram aqui rápido. Nossa preocupação era que o atendimento demorasse a acontecer”, conta Creuza Monteiro, de 66 anos, que mora na Rua José Timóteo Caldara.

Em Corrêas, a Companhia de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep) já havia feito a limpeza da Praça no domingo à tarde. Nesta segunda, o trabalho ficou concentrado entre o terminal de ônibus e a ponte do bairro. Além disso, uma retroescavadeira fez a raspagem da lama na região do Prado.

No Caxambu, as equipes estão concentradas principalmente na localidade Mata Banco e Três Pedras, perto da Igreja de Santa Isabel. Um caminhão e uma retroescavadeira auxiliam na limpeza da região. No bairro, todas as nove famílias desalojadas estão abrigadas nas casas de familiares e por conta disso, não houve necessidade de se montar um ponto de apoio na região.

"Vamos seguir acompanhando o trabalho das equipes e esperamos restabelecer a normalidade nesses locais o quanto antes. Vale ressaltar todo o treinamento e preparação das equipes ao longo do ano passado, garantindo uma ação rápida de respostas nestes desastres”, completa o prefeito Bernardo Rossi. 



Edição anterior (1212):
terça-feira, 06 de março de 2018
Ed. 1212:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1212): terça-feira, 06 de março de 2018

Ed.1212:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior