Edição: terça-feira, 13/03/2018
Compartilhe:

  Cidade

Prefeito visita locais atingidos pela chuva do fim de semana

Família de vítima tem todo suporte garantido pela prefeitura

Com índice pluviométrico de 122,6 milímetros em 10 horas de chuvas ininterruptas, o Independência, onde um casal morreu soterrado no domingo (11.03) pela manhã foi um dos bairros com maior incidência de chuva que iniciou no sábado, às 15h. O local, uma das 236 áreas de risco (que alcança 47 mil pessoas), apontada Plano Municipal de Redução de Risco (PMRR) tem duas sirenes de alerta (Rua O e Taquara) que soaram na noite de sábado indicando a necessidade de evacuação do local.  

O prefeito Bernardo Rossi esteve, na manhã desta segunda-feira (12.03), no local. O prefeito conversou com parentes de uma das vítimas e reforçou o apoio da prefeitura, oferecendo os suportes necessários à família. “A realidade de nossa cidade que é frágil para os desastres ocasionados pelas chuvas é o que queremos mudar, que trabalhamos para isso. A dor da família é também a minha dor”,  disse o prefeito.

A secretária de Assistência Social, Denise Quintella, acompanhou o prefeito na visita e garantiu apoio aos parentes do rodoviário Eloidson Antonio da Silva, vítima de um dos deslizamentos. A Secretaria de Saúde também colocou à disposição uma equipe para fazer acompanhamento médico e psicológico da família.

Edeilson Natanael da Silva, de 40 anos, que é irmão de Eloidson, disse que toda a família está muito sensibilizada com o que aconteceu e agradeceu a presença das equipes da prefeitura.“Este é um momento muito complicado e agradeço ao prefeito a presença dele aqui. A chuva foi muito forte e a Defesa Civil nos atendeu prontamente. Estamos muito sensibilizados e, com certeza, esta proximidade é muito importante para a gente”, disse Edeilson.

Em seguida, o prefeito foi à Rua Onofre dos Santos, no bairro Taquara, onde ocorreram dois deslizamentos de terra. Não houve imóveis atingidos ou vítimas. Bernardo Rossi colocou à disposição a Secretaria de Obras, que vai enviar um técnico para avaliar a estrutura da rua e solicitar os reparos necessários.

Defesa Civil atuou em 42 ocorrências no fim de semana

Por conta das chuvas de sábado (10.02), a Defesa Civil registrou 42 ocorrências, sendo 28 deslizamentos de terra. O restante foram vistorias preventivas em casas, terrenos e encostas. No fim de semana foram interditados três imóveis: um na Posse e dois no Quarteirão Ingelhein.

Seguindo o protocolo do Sistema de Alerta e Alarme, sirenes foram acionadas no sábado no Espírito Santo, Ceará, Amazonas, Dr. Thouzet, Independência, Vila Felipe, Alto da Serra e Sargento Boening.  O município conta com 20 sirenes instadas em 12 localidades. O Sistema de Alerta e Alarme é acionado seguindo o protocolo - a partir da quantidade de chuva correlacionada com os acumulados.

Desde o dia 3, a Secretaria de Assistência Social fez atendimento de 69 famílias que precisam deixar as suas casas. O maior dado é referente ao distrito da Posse, onde 36 famílias precisaram deixar suas casas em consequência das chuvas que atingiram a região entre a noite de quarta (07.03) e madrugada de quinta-feira (08.03). No Caxambu – área atingida por uma cabeça d'água no dia 3 deste mês - foram 19 famílias desalojadas.

Índice pluviométrico é um dos maiores dos últimos 4 anos

Em janeiro de 2018, choveu 420 milímetros na cidade, 180% a mais em comparação com o mesmo período do ano passado. Em fevereiro, com registro de 295 milímetros de chuva, o índice também foi superior a 2017 -  138% mais. Março, nestes primeiros 12 dias, registrou 180 milímetros. No sábado, o índice de chuva no Independência foi de 122,6 milímetros.

Equipes da prefeitura seguem, nesta segunda-feira (12.03), os trabalhos nas áreas atingidas.



Compartilhe:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior