Edição anterior (1222):
sexta-feira, 16 de março de 2018
Ed. 1222:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1222): sexta-feira, 16 de março de 2018

Ed.1222:

Compartilhe:

Voltar:


  Chuvas

Prefeito visita regiões com ocorrências causadas pela pancada de chuva desta madrugada

Pedra rolou no Nova Cascatinha e uma barreira atingiu a Estrada Mineira

Na Posse, o trânsito está totalmente liberado na Estrada União e Indústria

 

Cascatinha e Corrêas registraram altos índices pluviométricos na madrugada desta quinta-feira (15.03): 68 milímetros e 65 milímetros, respectivamente. Por conta dessa pancada de chuva, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias atendeu a um rolamento de bloco rochoso, no Nova Cascatinha, e a um deslizamento de terra na Estrada Mineira, na altura do número 912. O prefeito Bernardo Rossi esteve na manhã do mesmo dia nos dois locais garantindo pronto atendimento aos moradores das regiões atingidas.

“A realidade de nossa cidade que é frágil para os desastres ocasionados pelas chuvas é o que queremos mudar, que trabalhamos para isso. O trabalho segue sendo realizado no Caxambu e na Posse, e agora, simultaneamente, nas outras áreas atingidas. É fundamental que os moradores tenham a sua rotina restabelecida o quanto antes”, assegurou o prefeito.

Na Rua Nelson Ferreira Soares, no Nova Cascatinha, uma pedra rolou e interditou parte da pista. Equipes daCOMDEP e das secretarias de Obras e de Serviços e Ordem Pública (SSOP) realizaram desobstrução da via no final da tarde de quinta. Ademilson Delgado, treinador de uma escolinha de futebol, mora ao lado de onde a pedra se desprendeu. Segundo ele, o barulho foi parecido com um relâmpago.

“Foram dois trovões muito fortes. Achei que fosse um terceiro, e quando eu fui olhar, era a pedra que havia soltado. Foi um susto enorme, a chuva realmente me deixou preocupado. Mas logo pela manhã as equipes da prefeitura chegaram para liberar o trânsito e atender a todos daqui”, disse Ademilson.

Na Estrada Mineira, um deslizamento de terra atingiu parte da via na altura do número 912. Os moradores próximos do local relataram ao prefeito o risco de queda de uma árvore ao lado da barreira. A Secretaria de Meio Ambiente encaminhou um biólogo ao local que autorizou a retirada, que será realizada pela COMDEP. O dono de um material de construção próximo, Jair Soares, de 62 anos, relatou que ficou assustado com a chuva.

"Fiquei com medo do que poderia acontecer. Ainda bem que a barreira só atingiu um trecho da rua, sendo assim, o menor dos problemas. Nosso medo é que com a possibilidade de árvore do lado cair, mas o prefeito já disse que será resolvido o quanto antes", comentou Jair.

Estrada União e Indústria totalmente liberada na Posse

O prefeito acompanhou também o trabalho de limpeza na Posse, que segue acontecendo com 30 homens, entre funcionários da COMDEP e das secretarias de Obras e de Serviços e Ordem Pública (SSOP), cinco retroescavadeiras e oito caminhões. O serviço está concentrado na região de Nilton Vieira e, nos próximos dias, vai continuar por Ingá, Boa Vista e Xingu.

Já o trânsito na região da Jacuba, na Posse, está totalmente liberado desde o final da tarde de quarta-feira (14.03). Os veículos e os ônibus voltaram a circular normalmente por volta de 17h. Com isso, as linhas da Posse, que estavam passando pela BR-040 temporariamente retornaram ao seu itinerário normalmente.

Defesa Civil atendeu 20 ocorrências na madrugada

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias registrou 20 ocorrências até o momento em virtude da chuva na madrugada desta quinta-feira (15.03). Foram seis deslizamentos de terra, sendo que dois aconteceram nos fundos das residências: uma na Estrada do Contorno, no Bingen, e outro na Estrada Mineira, em Corrêas. Barreiras também foram registradas na Rua Pernambuco, no Quitandinha e na Rua Alcebiades Barbosa, no Samambaia. Em nenhum dos casos houve feridos.

Também foi registrada a queda de uma de árvore na Estrada Mineira, além de pedidos de vistorias preventivas e alagamentos. Nas últimas 24 horas choveu 81 milímetros na Rua 24 de Maio, sendo o maior índice pluviométrico, seguido pela Rua João Xavier, com 76mm no mesmo período. Neste momento, a Defesa Civil está em estágio de vigilância.

Fotos: Marcello Santos



Edição anterior (1222):
sexta-feira, 16 de março de 2018
Ed. 1222:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1222): sexta-feira, 16 de março de 2018

Ed.1222:

Compartilhe:

Voltar:

Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior