Edição anterior (1428):
segunda-feira, 08 de outubro de 2018
Ed. 1428:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1428): segunda-feira, 08 de outubro de 2018

Ed.1428:

Compartilhe:

Voltar:


  Obras

Prefeitura paga dívidas, retoma 23 obras e recupera investimento de R$ 134 milhões

Estão sendo construídas, escolas, unidades de saúde, quadras de esportes

3 obras do PAC das Encostas também já voltaram

 

Uma cidade com 11 obras paradas por falta de pagamento e outras 12, de contenção de encostas, uma das prioridades de Petrópolis, também paralisadas. O início da gestão Bernardo Rossi foi marcado pelo desafio de retomar as intervenções, apresentando as contrapartidas necessárias para que o governo federal voltasse a enviar recursos e ainda investir verbas próprias para as obras, que são de construção de escolas, unidades de saúde, quadra de esportes e um centro de iniciação esportiva, saírem do papel. Um ano e 10 meses depois, 11 obras foram retomadas, outras 3 do PAC das Encostas também já voltaram e mais 9 serão iniciadas: são R$ 134,2 milhões em intervenções aguardadas pela população.

“O desafio continua grande: manter as contas públicas em dia, com dívidas sendo pagas, e crescer ao mesmo tempo, recuperar obras, ter mão de obra para poder colocar as novas estruturas em funcionamento. E estamos conseguindo avançar em meio a uma crise econômica nacional e a uma crise municipal, de contas públicas desordenadas que herdamos da gestão anterior”, aponta o prefeito Bernardo Rossi.

Das 11 obras retomadas pela gestão Bernardo Rossi, já está concluído o Centro de Iniciação Esportiva, no Caxambu, um complexo para atender de imediato mais de 500 pessoas. A segunda maior obra, de R$ 59 milhões também está em fase final: as 766 unidades do MCMV, do Vicenzo Rivetti, destinado a desabrigados das chuvas, já com 90% de conclusão.

O conjunto habitacional da Posse, onde são erguidas 72 unidades pela prefeitura também precisou de atenção especial: algumas unidades foram entregues com problemas em 2016 e precisaram ser feitas reformas. O restante também está sendo concluído.

Na área da Saúde, a Unidade Básica de Saúde de Araras, teve suas obras retomadas esta semana e nas próximas semanas reiniciam as obras da UBS da Posse e da UBS do Caxambu, três intervenções que somam R$ 2,9 milhões.

“Em Itaipava, uma obra de contenção na Desembargador Luiz Severo tinha uma dívida de R$ 11 mil da prefeitura. Pagamos o valor e o governo federal liberou R$ 384 mil que são fruto de emenda parlamentar. O dinheiro e a obra seriam perdidos”, aponta o prefeito Bernardo Rossi.

 

Prefeitura recupera R$ 134 milhões e retoma obras paralisadas

Vicenzo Rivetti 
776 unidades habitacionais paralisadas desde 2015 –  R$ 59 milhões

 

Conjunto habitacional da Posse 

72 apartamentos – R$ 4,1 milhões

Centro de Iniciação Esportiva do Caxambu 
Estrutura esportiva para atender até 2 mil pessoas – R$ 3,8 milhões

Reforma de quadra - Morin 

Quadra esportiva– R$ 487,5 mil

 

Reforma de quadra - Pedras Brancas 
Quadra esportiva - R$ 487,5 mil

 

Reforma - Escola Municipal Jandira Bordignon 
Com recursos próprios – R$ 2,5 milhões

PAC Encostas

12 obras que estavam paradas  - R$ 60 milhões

 

Obra de contenção - Itaipava 

Rua Desembargador Luiz Antônio Severo – R$ 384 mil

UBS  Araras Posse e Caxambu
Unidades Básicas de Saúde nos bairros  - R$ 2,9 milhões

 

PAC Estrada da Saudade

Construção de Creche no  Boa Vista – R$ 559 mil

 

 

 

 

 

 

 



Edição anterior (1428):
segunda-feira, 08 de outubro de 2018
Ed. 1428:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1428): segunda-feira, 08 de outubro de 2018

Ed.1428:

Compartilhe:

Voltar:

Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior