Edição: domingo, 05/11/2017
Compartilhe:

  Segurança

Prisões em flagrante aumentam em 32,9%

De acordo com o ISP, os furtos continuam sendo os crimes mais comuns em Petrópolis

Lívia Müller

Aumentou em 32,9% o número de prisões em flagrante e cumprimento de mandados de prisão em Petrópolis. É o que mostra o Instituto de Segurança Pública (ISP). Os furtos continuam sendo o tipo de crime mais comum na cidade. Apesar da queda em comparação ao ano passado, o crime ainda lidera as estatísticas. Estudo divulgado no dia 1 deste mês aponta 861 ocorrências registradas nas Delegacias de Petrópolis e Itaipava, 105ª e 106ª. Os dados são referentes ao mês de setembro. 

O ISP, aponta que de janeiro a setembro deste ano foram registrados 1037 prisões em flagrante e cumprimento de mandados de prisão. No mesmo período do ano passado, foram 780. O aumento corresponde a 257 a mais ações das Polícias Civil e Militar.

O comandante do 26º Batalhão de Polícia Militar (BPM), Tenente-Coronel Oderlei dos Santos, comemora o registro.

- A maioria das prisões que fazemos são referentes às denúncias anônimas. Temos o apoio da sociedade e por isso é muito importante a divulgação dos números 2242-8005 2291-5071, 190 e o WhatsApp  99222-1489.

Em setembro, 166 furtos foram registrados na cidade dois de bicicleta, 16 de veículos e 148 nas demais categorias. O número é menor comparado aos dois últimos meses onde aconteceram 204 em agosto e 196 em julho. De janeiro a setembro foram registrados 1.464 furtos. Já em comparação ao mesmo período de 2016 foram 1584. A queda corresponde a menos 120 furtos.

Oderlei  também falou a queda e também falou sobre os dados.

- Os dados se devem ao aumento 40% no policiamento nas rua com as viaturas em Itaipava, Corrêas, Bingen, e Cascatinha mais o posto que colocamos no Centro Histórico. Além do aumento das operações de abordagens de veículos e Patamos em ação. Com a redução do número de crimes aumentamos a sensação de segurança.

Apresentou queda também o crime de estelionato. Em setembro foram 33 casos. O número caiu tanto em comparação aos dois últimos meses, quanto ao registro do mesmo período do ano passado. Os roubos de rua também apresentaram queda, foram 15, o número é 30% menor que o nos meses de julho e agosto.

O roubo a pedestres é outro crime muito registrado, que teve queda. Foram 12 em setembro e 125 desde o início deste ano.  As categorias de roubo listadas pelo instituto, somam 303 crimes em 2017.

Junto com as boas notícias, também vêm os dados negativos. O segundo crime que mais acontece na Cidade Imperial é o de ameaça e o terceiro lesão corporal. Nas duas delegacias, foram denunciados 152 crimes de ameaça e 147 de lesão corporal dolosa, ambas cresceram em comparação aos dois últimos meses. As prisões em flagrante somam 130, o número também é maior que nos dois últimos meses.

Em setembro, foram feitas 62 apreensões de drogas - sete a mais que agosto -, 11 armas foram apreendidas e 50 mandados de prisão foram cumpridos. 18 adolescentes foram presos apenas no mês de setembro.

A pesquisa mostra que 18 estupros foram catalogados - um a mais que a soma do registro dos dois últimos meses onde aconteceram 7 em julho e 10 em agosto. 



Compartilhe:



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior