Edição: sexta-feira, 11/05/2018
Compartilhe:

  Cidade

Pró Tempore se prepara para participação em festival de corais interestadual        

 

O prefeito Bernardo Rossi recebeu, na manhã desta sexta-feira (11.), cantores do coral Pró Tempore, um dos corpos artísticos mantidos pelo Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), que reúne membros da terceira idade. O grupo está nos últimos preparativos para a participação no 9° Canta Del-Rei, festival nacional de corais, que acontece entre os dias 31 de maio e 03 de junho, na cidade de São João Del-Rei, em Minas Gerais. Composto por cantores com idade acima de 55 anos, o coral fez uma apresentação no Palácio Sérgio Fadel – sede da prefeitura – e emocionou o prefeito com a canção “Eu sei que vou te amar”, de Vinicius de Moraes e Tom Jobim.

“É fundamental o incentivo a esse segmento, do canto coral, tão representativo em nossa cidade. O Pró Tempore simboliza e representa esse segmento. É uma honra e um orgulho poder acompanhar o crescimento do grupo, que fará agora sua primeira viagem para fora do estado, para o festival em Minas Gerais. Vamos continuar apoiando essa tradição do canto coral no município, inclusive com um grande evento do segmento, que será o Festival Internacional de Corais”, destaca Bernardo Rossi.

O coro, que já conta com 25 componentes, nasceu com o objetivo de inserir o público da terceira idade em uma das atividades mais divulgadas da Cidade Imperial. Segundo o diretor-presidente do IMCE, Leonardo Randolfo, que também é cantor e regente, é emocionante fazer parte da trajetória do grupo, que conquista o público por onde passa. “Fico muito feliz em contribuir com a atividade do coral. E me sinto orgulhoso. Esse coro vai muito além da música, é gratificante ver o bem que ele faz às pessoas”, frisa.

A mais experiente do grupo é a cantora Silvia Tannenbaum, que vai completar 90 anos em outubro. Ela conseguiu sair de uma depressão graças às atividades do coral. “Quando meu marido faleceu, eu fiquei muito mal. Tomava muitos remédios, mas nada adiantava. Aí entrei no coral e estou até hoje. Larguei os remédios e fui cantar. Sumiu a depressão, sumiu tudo. Adoro”, disse ela, que, assim como o restante do grupo, está ansiosa para o festival em São João Del Rey e as apresentações nos eventos da cidade, como a Bauernfest e o Festival Internacional de Corais.

Duas vezes na semana, por duas horas, o grupo se dedica apenas a aprender o canto coral. Os ensaios acontecem as segundas e quartas-feiras na Sala Guiomar Novaes, no Centro de Cultura Raul de Leoni, e contam com apoio da solista Cristina Carlos, que auxilia na técnica vocal e corporal.Mas os encontros vão muito mais além, resgatando a auto-estima dos integrantes e dando uma nova visão de vida.

“O corpo artístico é um respeito à faixa etária. O município criou uma atividade para auxiliar o desenvolvimento social e emocional dessas pessoas, criando uma situação de envolvimento com a arte. Além disso, eles estão sempre juntos com os amigos da mesma faixa etária, trabalham o repertório da época que eles ouviam rádio, e saem mais de casa”, disse o maestro Paulo Afonso. “Foi uma atitude ímpar o prefeito ter recebido o coro. Demonstra atenção em relação a tudo que está sendo feito em sua gestão”, completou.

A inscrição para participar do teste para ingressar no coro é gratuita e deve ser feita diretamente com o maestro Paulo Afonso, às segundas e quartas, de 14 às 16h, no Centro de Cultura.



Compartilhe:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior