Edição: quinta-feira, 11/01/2018
Compartilhe:

  Cidade

Programa Lidera Rio inicia as atividades para 2018 com equipe da Prefeitura de Petrópolis

Assinatura do termo de abertura dos quatro projetos criados para Petrópolis

 

Durante três meses, a equipe do Programa Lidera Rio vai monitorar a implantação de quatro projetos criados por integrantes da Prefeitura de Petrópolis com a intenção de desburocratizar serviços, incentivar a produção agrícola e agroturismo, além de promover a sustentabilidade no município. Os projetos foram criados em 2017 durante a primeira fase do Programa Lidera Rio, iniciativa para a formação de lideranças nos municípios que contou com a participação de servidores e secretários municipais. O primeiro encontro ocorreu nessa quarta-feira (10.01) na Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

“Agora o Lidera Rio começa a fase de monitoramento dos quatro projetos criados. Serão três meses de monitoramento, quando os técnicos observarão o trabalho da prefeitura para a efetivação e implantação das ideias. Saímos da parte teórica e partimos para a fase pratica. Os projetos foram selecionados pelo prefeito e vamos cumprir um cronograma de trabalho para a implantação de cada um deles”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico.

Por meio do Lidera Rio, os secretários e servidores municipais conheceram técnicas de incentivo para o desenvolvimento do planejamento estratégico, conheceram as tendências do setor público e gestão de projetos e metas, além dos processos e tecnologia. Os secretários de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini, Educação, Anderson Juliano e Obras, Ronaldo Medeiros, além do procurador-chefe do município, Sebastião Médici, participaram da formação. Durante o Lidera Rio, os secretários e servidores da administração pública elaboraram e apresentaram projetos segundo os eixos do programa: planejamento urbano para o desenvolvimento, ambiente de negócios, sustentabilidade e resiliência, ambiente de negócios e diversificação da matriz econômica.

No eixo ambiente de negócios, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico apresentou o projeto do Espaço Empreendedor. O EE funciona atualmente no Centro Administrativo Frei Antônio Moser e oferece em um mesmo local serviços diversos de secretarias municipais como Fazenda, Obras e Meio Ambiente, além de atendimento da Jucerja. Nesse ano, o espaço terá o atendimento ampliado e será instalado no Centro.

O projeto criado no eixo Planejamento Urbano foi criado por Layla Talin, chefe do Departamento de Planejamento Urbano e sugere o Plano de Desenvolvimento de Bairro no Bonfim, com metas para o desenvolvimento de agroturismo e aumento da produção de orgânicos, consolidação do Ecoturismo e de tecnologias sustentáveis e desenvolvimento de comércio e serviços com foco nos micros e pequenos negócios.

Já no eixo sustentabilidade e resiliência, o projeto foi criado por Ilana Gall, assessora técnica de apoio gerencial e legislativo do gabinete do prefeito e diz respeito a implantação de um sistema integrado entre o Gabinete do Prefeito, Secretarias, CPTrans, Comdep e Câmara Municipal, para unificar o recebimento de indicações de serviços públicos. Segundo a administração municipal, são recebidas 5500 indicações de serviços públicos por ano da Câmara. Todo o papel utilizado poderá ser economizado com o projeto que prevê a criação de um sistema eletrônico que será alimentado pela própria Câmara Municipal. Os documentos serão enviados eletronicamente para o gabinete do prefeito que fará a distribuição para as secretarias.

Com relação ao eixo diversificação da matriz econômica, o subsecretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Pessoa, criou criação da Cooperativa de Processamento Alimentar de Petrópolis. A intenção é de constituir instituição será responsável pelo processamento de alimentos, levando-se em consideração a remoção de toxinas, conservação, aumento de disponibilidade sazonal, transporte de alimentos delicados e perecíveis por longas distâncias e a segurança microbiológica.

“Essa reunião marca o início do trabalho de cronogramas dos projetos. Os participantes da prefeitura ficaram mais de três meses em capacitação no Rio de Janeiro estruturando os projetos para que fossem implantados em Petrópolis. Hoje começamos o acompanhamento in loco dos projetos. Serão três meses de monitoramento e tenho certeza que a troca de informações entre a equipe do Lidera e da prefeitura será muito importante, com o objetivo de colocar em pratica todas essas ideias”, afirma Jean Caris, do Programa Lidera Rio.

A próxima reunião será em fevereiro. Além de Fiorini, participaram do encontro o procurador geral do município, Sebastião Médici, o subsecretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Pessoa, o diretor do Departamento de Desenvolvimento Econômico, Dalmir Caetano, Ilana Gall e os integrantes do Lidera Rio, Jean Caris, Pedro Succar e Heloisa Aguiar.



Compartilhe:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior