Edição: sábado, 07/07/2018
Compartilhe:

  Cidade

Programa Statup Rio beneficiará projetos petropolitanos com até R$ 96 mil

            A quarta edição do Programa Statup Rio está com inscrições abertas até 27 de agosto. Serão escolhidas até 130 propostas de start-ups fluminenses no estado do Rio de Janeiro, sendo que 15 destas vagas estarão disponibilizadas para Petrópolis, que figura pela primeira vez no programa. Os projetos selecionados poderão ser financiados com até R$ 96 mil, além de serviços de mentoria e treinamento. O programa chegou à cidade por meio de uma parceria realizada entre a Coordenadoria de Juventude e a Secretaria Estatual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social (Sectids).

           Para participar do programa, cada projeto deverá apresentar uma equipe responsável, constituída por até três pessoas, incluindo o coordenador do grupo, que será o proponente. As startups precisam estar dentre os segmentos de Games e Serviços de Internet, Aplicativos para Internet, Tecnologias Sustentáveis e Mídias Digitais, com foco na convergência digital, uso da Internet das Coisas e de aplicações para cidades inteligentes. O programa tem a finalidade de desenvolver com qualidade o empreendedorismo digital no Estado do Rio de Janeiro. Diferente de outros programas, que recebem empresas, com CNPJ e já existentes, o Programa Startup Rio oferece oportunidade a pessoas físicas que tenham boas ideias, se transformarem em pessoas jurídicas.

       Após a escolha dos projetos, o programa se dividirá em duas fases. A primeira terá a duração de oito meses e os empreendedores selecionados participarão do Programa Avançado de Formação Empreendedora (Pafe), onde todos os participantes terão acesso a treinamentos, consultorias e atividades afins de nivelamento, técnicas de gestão, validação da ideia e construção de plano de negócios. No fim deste processo haverá uma nova avaliação, onde serão selecionados 50 dos participantes do Rio de Janeiro, 10 da Região Serrana e 10 da Região Sul Fluminense, para participar da segunda fase do programa.

        Nessa segunda etapa, que dura até 13 meses e tem carga horária obrigatória mínima de 20 horas semanais, além do aporte de até R$ 96 mil há serviços de mentoria e treinamento em desenvolvimento de produto, técnicas de vendas, construção de protótipo e gestão de empresas.

       O Programa Startup Rio conta com diversos apoiadores, entre eles o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Sociedade Núcleo de Apoio à Produção e Exportação de software do Rio de Janeiro (Riosoft), a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro-RJ), Microsoft, Google, Amazon Web Services (AWS), Oi, Oracle e Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). 

“A Coordenadoria de Juventude por meio de várias reuniões com o deputado estadual Gustavo Tutuca, conseguiu esta parceria com a Secretaria do Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social, que viabilizou a participação da cidade no programa Startup Rio. Esta é a quarta edição do programa e a primeira vez que Petrópolis terá a oportunidade de participar. A cidade tem um polo tecnológico, com vários jovens empreendedores no setor digital. Uma das prioridades do governo do prefeito Bernardo Rossi, é o incentivo ao empreendedorismo, as 15 vagas que o projeto concedeu a Petrópolis, ajudarão a movimentar mais este setor, e darão mais incentivo, e oportunidade aos jovens para abrir uma empresa”, ressaltou Wesley Barreto, Coordenador de Políticas para a Juventude, sobre a parceria firmada com a Secretária do Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Pessoal.

Confira o edital StartUp Rio 2019: Apoio à Difusão de Ambiente de Inovação em Tecnologia Digital no Estado do Rio de Janeiro (http://www.faperj.br/ downloads/Edital_Start-Up_Rio_ 2019_FAPERJ_V1.2.pdf) e se inscreva.



Compartilhe:


Casando com Estilo



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior