Edição anterior (1250):
sexta-feira, 13 de abril de 2018
Ed. 1250:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1250): sexta-feira, 13 de abril de 2018

Ed.1250:

Compartilhe:

Voltar:


  Educação

Projeto quer estimular que estudantes leiam 20 livros por ano

Para incentivar os alunos da Casa da Educação Visconde de Mauá ao hábito sadio da leitura e para que a biblioteca se torne um ponto regular de encontros entre os apaixonados pelos livros, a Casa da Educação Visconde de Mauá lançou a campanha “Guardiões da Literatura”. O objetivo é o de estimular cada aluno inscrito no empréstimo de livros da biblioteca a que leiam, pelo menos, 20 livros ao longo do ano.

Os alunos serão estimulados a escrever uma resenha sobre cada um dos livros lidos no caderno intitulado “Caderno dos Guardiões”, que ficará na Biblioteca Mauá. O projeto foi lançado nessa semana durante a programação da Semana do Livro Vivo 2018 da Casa da Educação.

Em novembro de 2018, os alunos que atingirem a meta serão convidados para um evento especial, onde receberão um certificado e concorrerão a vários brindes. Escritores participarão deste momento e os leitores que mais tiverem lido livros, receberão especial premiação.

“Esse é mais um projeto desenvolvido com muito carinho pela equipe da Casa da Educação para os alunos que frequentam o espaço no contraturno escolar. O arquivo da Biblioteca Mauá é rico em vários segmentos literários e os alunos sempre são estimulados a ler cada vez mais. Quem não conhece, vale a pena visitar. A Biblioteca é linda e a Casa da Educação é um ambiente acolhedor para todos os públicos”, disse a secretaria de Educação, Samea Ázara.

Segundo a direção da Casa da Educação Visconde de Mauá, a resenha poderá ser feita à caneta ou lápis, no próprio espaço, não sendo julgados os textos em si nem a ortografia, mas o real entendimento do livro lido pelo aluno.

“Embora o prêmio maior de um leitor seja o conhecimento adquirido, através  da variedade de opções e de vocabulários, serão premiados os três mais assíduos leitores. Toda iniciativa é pequena quando se trata de formar cidadãos mais reflexivos, mais participativos, com olhar mais aguçado sobre o mundo. A leitura abre mentes e as mentes abertas trazem progresso ao mundo”, disse a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul.



Edição anterior (1250):
sexta-feira, 13 de abril de 2018
Ed. 1250:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1250): sexta-feira, 13 de abril de 2018

Ed.1250:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior