Edição anterior (1404):
sexta-feira, 14 de setembro de 2018
Ed. 1404:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1404): sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Ed.1404:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Redução de lixo plástico é foco de empresas no Brasil e no mundo

Empreendedor brasileiro desenvolve banheiro de bolso que possui embalagem feita de plástico reciclado e biodegradável


 Agora em setembro foi iniciada a maior limpeza e remoção de plástico dos oceanos. A Ocean Cleanup, uma organização holandesa sem fins lucrativos, lançou o projeto de limpeza de águas salinas, com o objetivo de conseguir eliminar 50% do lixo do oceano pacífico em cinco anos, com uma redução de 90% até 2040. No Brasil, mais de 95% do lixo encontrado nas praias brasileiras é composto por itens de plástico, segundo pesquisa do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (IO - USP), em parceria com o Instituto Socioambiental dos Plásticos (Plastivida).
Além das grandes companhias que têm buscado substituir o plástico de suas embalagens, surgem a cada dia iniciativas de pequenos e médios empreendedores quem chamam a atenção neste sentido. Já vimos o caso dos canudinhos que começaram a ser substituídos em bares e restaurantes. Mas existem outras inovações.
O catarinense Flavio Boabaid, por exemplo, tinha como objetivo fazer algo pelo meio ambiente, que verdadeiramente colaborasse com a sustentabilidade e o futuro do mundo e das pessoas. Foi por esse motivo – e também por uma necessidade própria, a de poder ir ao banheiro em locais públicos sem ter que usar banheiros químicos, que o empresário teve a ideia de desenvolver uma solução com características de privacidade, higiene, praticidade e que fosse ecologicamente correto. Assim surgiu o Número 1 - Banheiro de Bolso Sustentável.
O empreendedor explica que “O Banheiro do Futuro” “é excelente para o meio ambiente, pois é envolto externamente por uma embalagem de plástico reciclado ebiodegradável, podendo ser descartado no lixo convencional. Esse plástico é tratado com um novo aditivo, uma resina especial, que o transforma em biomassa, H2O e Co2 em apenas 24 meses, sendo totalmente absorvido pelo meio ambiente sem resíduos tóxicos na sua decomposição”.
Além disso, economiza água. “Ele dispensa a instalação hidráulica e rede de esgoto, assim não há necessidade de descarga das privadas e nem torneira para lavar as mãos, que são higienizadas com álcool gel, gerando uma economia de até 30 litros de água a cada usuário”, completa Boabaid.
Mais informações: www.usen1.com.br

 



Edição anterior (1404):
sexta-feira, 14 de setembro de 2018
Ed. 1404:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1404): sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Ed.1404:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior