Edição anterior (1275):
terça-feira, 08 de maio de 2018
Ed. 1275:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1275): terça-feira, 08 de maio de 2018

Ed.1275:

Compartilhe:

Voltar:


  Polícia

Registro Policial

Um homem de 40 anos, identificado como Luciano Espindola, foi morto com uma facada nas costas e duas mulheres foram agredidas em um fim de semana violento, em Petrópolis. Os crimes aconteceram, respectivamente, no Mosela e no Atílio Marotti. No primeiro, o autor conseguiu fugir, mas já está identificado pela polícia; enquanto no outro, um homem de 33 anos já está preso, acusado de feminicídio.

Morto  após briga

No Mosela, o crime aconteceu durante a madrugada, por volta de 1h35, na Rua José Maria Costa, no Cândido Portinari. Segundo a polícia, autor e vítima eram conhecidos e teriam brigado depois de um desentendimento. Durante a confusão, o homem, que já possui anotações criminais, se armou com uma faca e desferiu um golpe nas costas do outro.

Durante a confusão, o autor estava acompanhado de um amigo e da própria filha. Ele deixou o local logo após o crime e imagens de câmeras de segurança de residências da região flagraram o momento em que os três fugiam correndo.

Acionado, o Corpo de Bombeiros chegou ao local pouco tempo depois, mas Luciano já estava morto. Além da Polícia Militar, investigadores da 105ª DP e peritos da Polícia Civil também estiveram no local. A faca usada no crime ainda estava cravada nas costas da vítima.

 Feminicídio

Já a tentativa de feminicídio aconteceu na noite de sexta-feira, na Servidão Alfredo Maia, no Atílio Marotti. O autor, de 29 anos, já está preso e uma das vítimas é a própria mãe, de 52 anos. Ela estava tentando apartar a briga do filho com a esposa, de 28 anos.

A crime aconteceu na casa do casal e, com a chegada da PM, a mãe do homem contou que ao perceber a briga, ela correu para tentar proteger a nora, a qual estava sendo agredida. Mas, muito transtornado, não atendeu aos pedidos e atacou as duas.

Assustados, os vizinhos acionaram a PM, que conseguiu prender o homem em flagrante. As vítimas precisaram ser medicadas na Unidade de Pronto Atendimento – UPA de Cascatinha. Ambas ainda foram encaminhadas ao Instituto Médico Legal – IML para o exame de corpo de delito e prestaram depoimento na 105ª DP (Retiro), onde o caso ficou registrado.

O feminicídio passou a ser contado pelo banco de dados da Polícia Civil em outubro de 2016 e, portanto, 2017 foi o primeiro ano com dados completos. O Dossiê Mulher, divulgado pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) na semana passada, mostrou que foram registrados 68 casos no ano passado. Destas vítimas, 57,4% tiveram como acusados os companheiros ou ex-companheiros, e 52,9% foram vítimas no interior de residências. Em média, foram cinco casos por mês e 15 tentativas de feminicídio mensalmente, em todo o Estado.

Em Petrópolis, as queixas na delegacia por parte de mulheres que sofreram abusos cresceram 15%. Na cidade, mais da metade das mulheres que prestaram queixa na delegacia têm entre 30 e 59 anos, e 56,3% das denúncias tratavam de agressão verbal. Os dados também explicam que em mais da metade dos casos a Lei Maria da Pena (11.340/05) foi aplicada. 

Tráfico de drogas

Um total de 18 trouxinhas de maconha e duas cápsulas de cocaína foram apreendidas em uma operação das Polícias Militar e Civil na Rua São Tomaz de Aquino, localidade conhecida como Morro da Cocada, no Retiro.

Desencadeada por agentes do Serviço Reservado da PM – P2, o trabalho também resultou na prisão de um homem de 21 anos, que, ainda no local, confessou aos policiais estar vendendo a droga para traficantes oriundos da Favela Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. Ele vai responder pelo crime de tráfico de drogas e seria transferido para o sistema prisional do Rio de Janeiro.

No momento da prisão, os policiais estavam realizando diligências pela comunidade, apurando a movimentação do tráfico de drogas na região. O suspeito estava na rua quando os policiais passaram pelo local e, nervoso, acabou chamando atenção dos agentes. Ao ser abordado, o homem acabou revelando o seu envolvimento com a criminalidade

A droga foi encontrada na residência do suspeito e apresentada na 105ª DP (Retiro).



Edição anterior (1275):
terça-feira, 08 de maio de 2018
Ed. 1275:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1275): terça-feira, 08 de maio de 2018

Ed.1275:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior