Edição: sexta-feira, 08/06/2018
Compartilhe:

  Carros

Saiba quais são os 10 modelos "menos caros" equipados com câmbio automático ou automatizado

 

Se você está pensando em dar férias ao pé esquerdo, o responsável pela embreagem, confira a lista que preparamos com os modelos mais em conta do mercado brasileiro
 
 

Portal Vrum -  Pedro Cerqueira /Estado de Minas

 

A chegada da linha 2019 do Volkswagen Gol sem a oferta do câmbio automático frustrou quem estava à espreita de mais uma opção para dar descanso ao pé esquerdo. Se você não pode esperar, preparamos uma listinha com os 10 automáticos – ou automatizados – mais em conta do nosso mercado. Na relação identificamos o tipo de câmbio que cada modelo usa, já que isso faz muita diferença na hora de dirigir, além dos principais itens de série dessas versões, para você escolher o que melhor se encaixa à sua necessidade e bolso.

AUTOMATIZADOS É claro que os dois primeiros colocados são de modelos com câmbio automatizado, que é aquele tipo que tem os mesmos componentes e funcionamento de um manual, mas que usa atuadores para comandar tanto a embreagem quanto a troca de marcha. Esse tipo de câmbio, particularmente o de uma embreagem, traz como desvantagem a troca desconfortável de marchas (os trancos) e o alto custo de reparação, além de certa rejeição no mercado de usados. Por esse motivo, a maioria dos fabricantes que usam o câmbio automatizado estão prestes a abandoná-lo, como a Renault, que deve trocá-lo por um CVT, e a Volkswagen, que em breve equipará a família Gol com um automático convencional, restando apenas o pequeno up!. Em outro extremo, temos o câmbio automatizado de dupla embreagem, que proporciona trocas suaves por já ter a próxima marcha sempre acoplada (justamente por ter duas embreagens), porém tem alto custo. Nessa lista, apenas o Ford New Fiesta traz este tipo de câmbio, o PowerShift, que foi reformulado devido a seu histórico de superaquecimento.

AUTOMÁTICO No câmbio automático convencional, as trocas de marchas são intermediadas pelo conversor de torque, sendo que as combinações entre as engrenagens planetárias são feitas por meio de dispositivos hidráulicos. Por esse motivo, as trocas são confortáveis. Como em qualquer câmbio, quanto maior a oferta de marchas, mais eficiente será o veículo, com mais chance de combinar baixo consumo de combustível e melhor performance. Entres os que estão nessa lista, apenas o Toyota Etios oferece câmbio de quatro marchas, enquanto os demais trazem caixa de seis velocidades.
Saiba mais


Testamos o VW up! Connect 2018, que traz poucas alterações no visual, mas mantém bom conjunto mecânico

Novo câmbio automatizado do Mobi proporciona melhor interação entre motorista e veículo

CVT O câmbio automático tipo CVT (sigla para Transmissão Continuamente Variável) traz como principal benefício o baixo consumo de combustível e o conforto. Nesse tipo de câmbio, as combinações de marcha são feitas a partir da mudança de diâmetro de duas polias, ligadas por uma corrente. Por esse motivo, as possibilidades de marcha são infinitas, e não existe qualquer tranco, já que o funcionamento da corrente é linear. Isso também proporciona a manutenção de uma faixa de rotações ideal para poupar combustível. Já a desvantagem do CVT é justamente esse funcionamento linear, porque o carro acaba ganhando desempenho de forma gradual, irritando quem precisa de uma resposta imediata. Para compensar, alguns fabricantes usam o câmbio CVT com marchas virtuais, ou seja, é feito um mapeamento de combinações pré-definidas para dar essa resposta de forma mais rápida.

 

  Fiat Mobi Drive 1.0 GSR – R$ 46.790 (automatizado!)

De série: ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos dianteiros e ajuste do volante em altura.

 VW up! Move 1.0 I-Motion – R$ 52.710 (automatizado!)

De série: direção elétrica, sensores traseiros de estacionamento, banco do motorista e volante com ajuste de altura, ar-condicionado, chave canivete, faróis de neblina, retrovisores com ajustes elétricos e função tilt down, Isofix, rodas de liga leve de 14 polegadas, sistema de som e vidros dianteiros elétricos.

 

 Toyota Etios X 1.3 AT4 – R$ 53.440

De série: retrovisores com ajustes elétricos, banco do motorista com ajuste de altura, ar-condicionado, chave com comandos, direção elétrica, vidros elétricos, Isofix, controle de estabilidade e tração, e assistente de partida em rampa. 

 Chevrolet Onix Advantage 1.4 AT6 – R$ 54.890

De série: alarme, Isofix, monitoramento da pressão dos pneus, retrovisores com ajustes elétricos, ar-condicionado, chave canivete, volante com regulagem de altura, direção elétrica, vidros dianteiros elétricos, banco do motorista com ajuste de altura e sistema de som.

 Citroën C3 1.6 AT6 Attraction – R$ 55.990

De série: direção elétrica, ar-condicionado digital, vidros elétricos, porta-luvas refrigerado, faróis de neblina e multimídia com tela de sete polegadas.

 Nissan March SV 1.6 CVT – R$ 56.990

De série: ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, direção elétrica, vidros elétricos, sistema de som, chave com telecomando, faróis de neblina, retrovisores com regulagem elétrica e rodas de liga leve de 15 polegadas.

 Hyundai HB20 Comfort Plus 1.6 AT 6 – 58.950

De série: Isofix, alarme, ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos, chave canivete, retrovisores com ajustes elétricos, banco do motorista com regulagem de altura e sistema de som com telefonia.

 Ford New Fiesta SE Plus 1.6 AT6 – R$ 62.390 (automatizado de dupla embreagem)

De série: direção elétrica, banco do motorista com ajuste de altura, volante com ajuste de altura e distância, ar-condicionado, vidros elétricos, assistente de partida em rampa, controles de tração e estabilidade, alarme, Isofix, faróis de neblina, sensor de estacionamento traseiro, retrovisores com ajustes elétricos e sistema multimídia.

 Renault Sandero Stepway Dynamique 1.6 Easy-R – R$ 65.700 (automatizado)

De série: controle de estabilidade, assistente de partida em rampa, alarme, Isofix, sistema multimídia com navegação, sensores de estacionamento traseiros, faróis de neblina, vidros elétrico, retrovisores com ajustes elétricos, ar-condicionado digital, volante com regulagem de altura, direção eletro-hidráulica e barras longitudinais no teto.

 Honda Fit Personal 1.5 CVT – R$ 68.700

De série: direção elétrica, faróis de neblina, retrovisores com ajustes elétricos, ar-condicionado, banco do motorista com ajuste de altura, volante com ajustes de altura e distância, vidros elétricos, assistente de partida em rampa, controles de tração e estabilidade, chave canivete e Isofix.



Compartilhe:

Veja também:


Casando com Estilo



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior