Edição: segunda-feira, 05/02/2018
Compartilhe:

  Ambiente

Secretaria de Meio Ambiente vai intensificar campanha de conscientização em cachoeiras

 

A Secretaria de Meio Ambiente vai intensificar a campanha de conscientização de frequentadores de cachoeiras e poços do município. O objetivo é levar informações sobre como se prevenir de acidentes tanto dentro da água como por fatores nos arredores desses locais. Para isso, vai ampliar a distribuição de panfletos com dicas e está planejando a instalação de placas educativas.

O trabalho é desenvolvido pelo setor de Educação Ambiental da secretaria. No ano passado, os panfletos foram entregues para banhistas no Caxambu e Bonfim. Esse mesmo material será levado para outros locais usados para este tipo de lazer.

“Não é um material só sobre os riscos de acidentes, mas também falando preservação ambiental, conscientização sobre não jogar lixo nas cachoeiras e poços. Estamos planejando fazer a instalação de até 400 placas tratando desses temas próximo a cachoeiras a partir de março”, informa o secretário de Meio Ambiente, Fred Procópio.

Algumas das principais cachoeiras e poços da cidade são as da Macumba (Itaipava), Véu da Noiva (Bonfim), Ponte Funda e Sete Quedas (entre Araras e Vale das Videiras), Caxambu, Poço da Rocinha (Secretário), Rocio e Poço Negro (Rocio). Para o chefe do setor de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, Anderson Maverick, a instalação das placas e a distribuição dos panfletos ajuda a inibir o ímpeto de frequentadores de não avaliar os riscos antes do banho.

“Os riscos nas cachoeiras e poços não envolvem apenas o afogamento, mas também trombas d’água, quedas sem que o banhista saiba da profundidade do local, a presença de animais peçonhentos, o uso de bebidas alcoólicas e substâncias químicas, entre outros”, diz.

Por isso, a Secretaria de Meio Ambiente dá 12 dicas de cuidados nas cachoeiras:

Pedras escorregadias ao longo do rio;

Rio sujeito a cheias repentinas na estação chuvosa (primavera / verão);

Verifique a profundidade antes de mergulhar;

Observe os indícios da natureza: calor excessivo (abafado), nuvens cinzas, ventos fortes, revoada de pássaros, muitas folhas na água, água barrenta e aumento repentino do nível do rio – nesses casos, saia da calha do rio imediatamente;

Nunca deixe crianças sozinhas;

Não se arrisque: água no umbigo é perigo! Jamais atravesse uma corredeira;

Não faça uso de bebidas alcoólicas ou substâncias entorpecentes;

Ambiente propício a cobras, aranhas, formigas, escorpiões, abelhas e marimbondos;

Nunca jogue lixo ou resto de alimentos na orla do rio. Recolha seu lixo!;

Não participe ou promova brincadeiras de empurrar ou dar tombos em colegas;

Não se arrisque em beira de cachoeiras para tirar fotos e desafiar-se. Pode ser fatal!;

Em caso de acidente, ligue imediatamente para o Corpo de Bombeiros (193).



Compartilhe:

Veja também:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior