Edição: sexta-feira, 21/04/2017
Compartilhe:

  Geral

Sindicato faz ação em defesa dos bancos públicos

Philippe Fernandes

 

O Sindicato dos Bancários de Petrópolis participou do Dia Nacional de Mobilização dos Bancos Públicos, realizado em todo o país no dia de ontem (20). Os sindicalistas acreditam que o governo federal está precarizando a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, com o plano de reestruturação que reduziu o número de funcionários das duas unidades.


De acordo com o presidente do Sindicato dos Bancários, Marcos Alvarenga, a redução do quadro de funcionários e do número de agências não seria necessária, principalmente agora, no prazo para o saque das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).


- O Banco do Brasil fechou uma agência em Petrópolis, dentro do plano de reestruturação, mas ela lucrava R$ 1 milhão por mês. Na cidade, os dois bancos tiveram uma redução de 10% no quadro de funcionários, seguindo a tendência nacional. Às vezes, as pessoas reclamam do atendimento, mas isso não é culpa dos funcionários, e sim do governo que está precarizando essa relação – disse.


Os sindicalistas estiveram na porta de todas as agências dos dois bancos públicos, durante toda a tarde de ontem, protestando contra o governo federal. Alvarenga alertou ainda para a possibilidade de privatização das duas instituições.


- A privatização não é a solução, e um exemplo disso é a Oi, que é uma empresa privatizada mas quebrou e, hoje, está recorrendo aos cofres públicos para tentar se salvar – disse o presidente do Sindicato dos Bancários.



Compartilhe:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior