Fique em dia
sexta-feira, 21/04/2017
Voltar

Suspeitos do assassinato do fiscal aposentado do Receita Federal Jamyr Pereira no Valparaíso presos pela Polícia Civil

Três homens suspeitos de serem os autores de um latrocínio que chocou a cidade, em maio do ano passado, foram presos ontem de manhã, pela Polícia Civil. A vítima foi o fiscal aposentado da Receita Federal, Jamyr Pereira, de 85 anos, morto com uma coronhada na cabeça. O crime aconteceu casa onde o homem residia com a esposa, na Rua Rockfeller, no Valparaíso.


Segundo a polícia, dois dos presos trabalharam na casa do casal. Um deles era caseiro e não tinha antecedentes criminais. Ele havia sido demitido dias antes do roubo, enquanto o outro prestava apenas alguns serviços esporádicos. Este já possuía antecedentes pelo crime de tráfico de drogas. O terceiro bandido também tem passagens por assalto e tentativa de homicídio. Inclusive, atualmente, está preso em Japerí, por outro assalto a mão armada.


Na época, a Polícia Civil já iniciou as investigações verificando o possível envolvimento do caseiro, pois, depois de ser demitido, a vítima chegou a registrar uma ocorrência de furto contra ele, na delegacia. O crime aconteceu por volta das 7h, do dia 25 de maio, quando Jamyr voltava para casa, após ir à padaria.


Ele foi rendido na rua e levado para dentro do imóvel, onde os bandidos, encapuzados e um deles armado, renderam a esposa e a mantiveram amarrada num cômodo da casa. O interesse principal seria um cofre onde os proprietários do imóvel guardavam jóias e dinheiro. Jamyr teria se negado a fornecer as chaves e foi golpeado na cabeça. Os bandidos fugiram levando a quantia de R$ 400 que estava na bolsa da mulher.



Voltar


Casando com Estilo



Topo