Edição: sexta-feira, 05/01/2018
Compartilhe:

  Geral
 

 

 


 

ANIVERSARIANTES AMIRP – Dia 5 -  Jair da Costa Xavier; dia 6 -  Edilene Pereira B. Carlos,  Regina dos Santos Gomes; dia 7 -  Josiane Vieira Perez Correa Netto; dia 8 -  Lucia de Oliveira Dias; dia 9 - Edna Ventura de Moura. A Coluna Vida Militar e a AMIRP parabenizam a todos, desejando saúde e felicidades.  (foto 2 -  aniversariantes)

 

 
 APRESENTAÇÃO ANUAL – OP/32º BIL – Os militares da reserva e pensionistas, aniversariantes no mês de janeiro, vinculados à OP/32BIL (ex-SIP/32), não se esqueçam da obrigatória apresentação anual até o fim deste mês. (foto  3 –atenção)

 

 
 

DITO POPULAR – “Onde Judas perdeu as botas” - Existe uma história não comprovada, de que, após trair Jesus, Judas enforcou-se em uma árvore sem nada nos pés, pois havia posto o dinheiro que ganhou por entregar Jesus dentro de suas botas. Quando os soldados romanos viram que Judas estava sem as botas, saíram à procura delas e do dinheiro da traição. Nunca ninguém ficou sabendo se eles acharam as botas de Judas. A partir daí surgiu a expressão, usada pra designar um lugar distante, desconhecido e inacessível. (foto 4 – dito popular)

 

 

 

 

PRESIDENTE DA REPÚBLICA PARTICIPA DE ALMOÇO COM MINISTÉRIO DA DEFESA E OFICIAIS-GENERAIS DAS FORÇAS ARMADAS (Agência Força Aérea -18 de dezembro de 2017) – O presidente Michel Temer, acompanhado pelo Ministro da Defesa, Raul Jungmann, do Ministro do Gabinete de Segurança Institucional, General de Exército Sérgio Westphalen Etchegoyen, e dos Comandantes da Marinha, Exército e Aeronáutica participou no dia 18 de dezembro do almoço anual com os oficiais-generais das Forças Armadas.

 O evento marcou a apresentação dos 17 oficiais generais promovidos em novembro. Após o presidente cumprimentar todos os oficiais-generais presentes, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, realizou um pronunciamento como porta-voz das três Forças. O Comandante aproveitou a oportunidade para comemorar as conquistas e desafios superados em 2017 e projetar os próximos passos em 2018, além de celebrar o fim de ano em união com companheiros da Marinha e do Exército. Em seguida, o Ministro da Defesa enfatizou a continuidade dos projetos desenvolvidos pelas três Forças Armadas. Ele destacou o programa nuclear brasileiro, o lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas  e os investimentos para a renovação da frota da Marinha. Disse ainda que internacionalmente, o Brasil saiu consagrado do Haiti, que temos desafios pela frente,  mas temos totais condições de sermos bem sucedidos". (foto 5 – Forças Armadas)

 

  

INSTITUTO TECNOLÓGICO DA AERONÁUTICA (ITA) FORMA A MAIOR TURMA DE TODOS OS TEMPOS (Força Aérea Brasileira, 17 de dezembro de 2017) - A 68ª turma de formandos do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) realizou três feitos inéditos: foi a maior turma de formandos; a que recebeu a maior quantidade da principal láurea e, também, a que formou o aluno com a nota mais alta de todos os tempos.

A cerimônia, realizada no dia 17 de dezembro de 2017, foi presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, contou com as presenças do Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial - Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira e do Magnífico Reitor, Professor Doutor Anderson Ribeiro Correia, entre outras autoridades civis e militares, além de familiares e amigos dos formandos. Seis formandos receberam a “Summa Cum Laude”, que é a maior honraria do Instituto, outorgada aos engenheiros que obtiveram média geral igual ou superior a nove e meio na escala de zero a dez. Até este ano, apenas 32 alunos haviam obtido desempenho semelhante. E o aluno melhor classificado dentre todos os formandos da turma ITA 2017 foi o Engenheiro Eletrônico Daniel Schwalbe Koda, que obteve a média geral 9,78, a maior de toda a história do instituto. Na foto o Comandante da Aeronáutica com o Engenheiro Daniel Koda. (foto 6 - ITA) (foto 7 – comandante FAB e daniel)

 

  

 



SER CAPITÃO (Gen Ex Vilas Boas – Comandante do Exército)  - Ser  Capitão  é,  já  temperado  pela experiência, fazer do entusiasmo sua principal ferramenta de trabalho. É apontar caminhos e percorrê-los à frente. É aprender a fazer  e saber  ensinar. É fazer o difícil parecer fácil e o fácil parecer importante. É proporcionar confiança ao inexperiente e ao experiente, o entusiasmo do iniciante. É assessorar com lealdade. É planejar e executar junto àqueles a quem comanda. É  fazer   justiça   como   uma   prerrogativa sagrada. É usar  a razão com  sentimento e os sentimentos sem a perda da razão. É angariar a confiança dos  subordinados e o respeito dos superiores. É ser  o primeiro a despertar e o último a repousar. É alimentar-se depois  e  estar seguro de que  todos já o fizeram. É cuidar  de cada  subordinado como  de um filho. É   levar  para  o  combate filhos  de  outros pais e cuidar  de suas vidas como  das dos seus, É cumprir o doloroso dever  de  escrever  a carta  fatal. É manter o  moral   elevado na  derrota e transformá-la na semente da próxima vitória.  É   não    se   deixar    abater  e   manter  a serenidade, e, quando tudo parece perdido, é não  esmorecer e encorajar. É  exercer   sua   profissão  como   um sacerdócio, por entender não  ser outro o desígnio de quem se destina a conduzir seres humanos rumo  ao desafio da morte. É  saber-se detentor  da   prerrogativa de trabalhar  com   a  mais   importante  matéria-prima   de  uma   nação –  entusiasmo de  sua juventude.Ser capitão, enfim,  é comandar pela liderança e liderar  pelo  exemplo. (Nota: EsAO - Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais) (foto 8 – ser capitão)

 

 

 

 

“A resposta delicada acalma o furor, mas a palavra dura aumenta a raiva.”  (Salomão)

 



Compartilhe:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior