Edição anterior (1279):
sábado, 12 de maio de 2018
Ed. 1279:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1279): sábado, 12 de maio de 2018

Ed.1279:

Compartilhe:

Voltar:


  Política

Vivaldo Barbosa anuncia pré-candidatura ao Senado

Ex-deputado se filiou ao Podemos e está ajudando na formulação do plano de governo de Romário

Philippe Fernandes


 A corrida para o Senado tem mais um postulante: o ex-deputado federal Vivaldo Barbosa (E/Foto)  é pré-candidato à Casa Alta pelo Podemos, partido comandado no Rio de Janeiro pelo senador Romário Faria. Barbosa, que foi secretário de Justiça no governo de Leonel Brizola, foi convidado pelo presidente estadual da legenda para a disputa de uma das duas vagas. Além disso, ele irá ajudar a formular o conjunto de propostas do ex-jogador, pré-candidato ao Governo do Estado que lidera as pesquisas de intenção de voto divulgadas recentemente.

Na tarde de ontem (11), Vivaldo esteve no Diário, acompanhado de correligionários, e falou sobre suas plataformas. O pré-candidato, que sempre participou do processo político mas estava fora de disputas eleitorais, disse que a crise atual é uma boa oportunidade para o surgimento de nomes que possam regenerar a política.

- Estou vendo a oportunidade de dar uma contribuição. Sou filiado a uma corrente que trouxe momentos engrandecedores na história do Brasil, desde a revolução de 1930. Sou ligado ao getulismo, ao trabalhismo e ao nacionalismo, essa é a marca da minha atuação política. Convivi de perto com Brizola, por muitos anos, e assimilei muita coisa. Quero retomar essa linha política, que já deu muito certo no Brasil - afirmou.

O pré-candidato pretende resgatar estes valores no Congresso, lutando contra as reformas trabalhista e previdenciária.

-  Quero defender a legislação trabalhista, lutar contra a reforma trabalhista, manter a previdência social pública e não deixar na mão dos bancos, como estão querendo. Além disso, vou defender o patrimônio nacional e o serviço público, o Estado brasileiro. Hoje se reclama que não há policiais, hospitais estão sem médicos e escolas estão sem professores. Isso é resultado deste quadro de amesquinhamento do serviço público, a diminuição do Estado, a tese de "Estado mínimo". Temos que reverter a orientação errônea da política brasileira, que deu no que deu - acredita.

Historicamente ligado ao PDT de Brizola, Vivaldo estava filiado ao PPL, junto com um grupo de brizolistas. O apoio do Partido Pátria Livre ao pré-candidato Anthony Garotinho (PRP), no entanto, fez com que essa corrente se desligasse da legenda. No fim do prazo para filiação partidária, Barbosa recebeu o convite de Romário para se filiar ao Podemos. Nacionalmente, o partido tem a pré-candidatura do senador Álvaro Dias à Presidência. O pré-candidato diz que as divergências de posicionamento com o parlamentar paranaense não são impeditivos para a convivência na legenda.

- Estávamos no PPL, tentando reconstruir um partido nacionalista. Eles resolveram apoiar o Garotinho, o que trouxe dificuldades. Brizolistas não aceitaram e nós saímos. Na véspera do último dia de prazo, o Romário me chama para ser senador, e me filiei ao Podemos. A minha linha política não coincide muito com a do Álvaro Dias e eu até coloquei isso desde o começo, que no plano nacional não sigo essa linha. Isso é uma coisa que procuro separar e que está pacificada no partido. A questão do Podemos, no Rio de Janeiro, está com o Romário. Depois da eleição, temos que avaliar o que sobrou da política partidária, recompor os cacos e reorganizar o país. Não dá para continuar com esse quadro que está aí - afirmou.

Alex Dias é pré-candidato a deputado federal

Além das pré-candidaturas de Romário ao governo e Vivaldo ao Senado, o Podemos terá chapa completa para a disputa à Câmara dos Deputados e à Assembleia Legislativa. Um petropolitano buscará uma vaga no Congresso Nacional pela legenda: Alex Dias. Apesar de se manter ativo nas redes sociais, o político não disputava eleição desde 2012, quando concorreu à Prefeitura pelo PSOL.

- Nunca fiz parte de nenhum governo. Propostas não faltaram, até antes de disputar eleição, mas nunca aceitei nada. Está na hora de mudar, colocar as propostas que a sociedade exige em prática, e é preciso eleger deputados federais na cidade. É preciso realinhar o país e ter um representante de Petrópolis no Congresso - afirmou.

Outro pré-candidato pelo Podemos é o policial militar José Luiz Filho. No entanto, ainda não está definido qual cargo ele irá disputar.



Edição anterior (1279):
sábado, 12 de maio de 2018
Ed. 1279:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1279): sábado, 12 de maio de 2018

Ed.1279:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior