Edição anterior (2785):
quinta-feira, 23 de junho de 2022
Ed. 2785:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2785): quinta-feira, 23 de junho de 2022

Ed.2785:

Compartilhe:

Voltar:


  Legislativo Municipal

Novos condomínios residenciais deverão ser construídos já com fiação subterrânea

Foto:Divulgação CMP

 

 

Condomínios residenciais construídos a partir de agora serão obrigados a passar sua fiação de maneira subterrânea. A exigência está prevista em Projeto de Lei do vereador HingoHammes já aprovado em 1ª e 2ª discussão na Câmara Municipal. Uma vez sancionada, a lei fará com que redes de infraestrutura de transmissão de energia elétrica, de telefonia, de comunicação de dados via fibra óptica, de televisão a cabo e de outros cabeamentos correlatos sejam obrigatoriamente subterrâneas, em ação que facilita e melhora o planejamento da cidade.

Autor do projeto, o vereador HingoHammes lembra que o crescimento acelerado de Petrópolis ao longo dos anos fez surgir inúmeros desafios, entre eles a questão da fiação. “Por toda a cidade vemos postes lotados de fios. É um problema difícil de resolver, pois envolve várias empresas. Com o projeto, estamos pensando no futuro”, disse, frisando que a mudança trará enormes ganhos principalmente em longo prazo.

O parlamentar lembra que grande parte dos problemas enfrentados com a rede aérea se dá por colisões, adversidades do tempo e confronto com galhos e árvores. A fiação subterrânea acaba com estes problemas, já que não há interferências do meio externo. Outra vantagem é a redução de problemas de descarga na rede elétrica, apagões e riscos de queda de raios. Com o Projeto de Lei, nossa intenção é fazer com que novos empreendimentos já estejam adequados”, detalhou , acrescentando que o PL foi protocolado na última legislatura, em 2020, e foi levado agora a votação.

“Se há entendimento de que a rede subterrânea, além de melhorar a paisagem da cidade, afetada pelo emaranhado de fios, garante mais segurança e mobilidade, gerando economia, favorecendo o turismo e coibindo ainda furtos e vandalismo, é importante que a mudança seja feita”, afirmou o vereador.

O projeto também prevê que, nos condomínios residenciais construídos a partir de agora, deverão ser privilegiadas novas formas de iluminação como led’s e placas solares, para a iluminação de vias e áreas comuns.

Aprovado, o Projeto de Lei, agora, será encaminhado ao Governo Municipal para sanção e posterior regulamentação.



Edição anterior (2785):
quinta-feira, 23 de junho de 2022
Ed. 2785:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2785): quinta-feira, 23 de junho de 2022

Ed.2785:

Compartilhe:

Voltar: