Edição anterior (2363):
sexta-feira, 30 de abril de 2021
Ed. 2363:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2363): sexta-feira, 30 de abril de 2021

Ed.2363:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Câmara municipal aprova projeto de resolução sobre segurança interna da casa legislativa

 

A Câmara Municipal de Petrópolis aprovou, na tarde desta terça-feira (27), o projeto de resolução de autoria da Mesa Diretora, composta pelos vereadores Fred Procópio (PL), Yuri Moura (PSOL), Junior Paixão (DC) e Junior Coruja (PSD), o qual dispõe sobre as normas gerais de segurança interna da Casa Legislativa.

O projeto prevê que a segurança seja uma ação coletiva dos colaboradores e vereadores da Casa, voltada para a garantia da integridade física e patrimonial, e reforça que nenhuma medida poderá inviabilizar a participação popular.

A matéria dispõe sobre as áreas de acesso à Câmara Municipal, os serviços de manutenção e conserto e a movimentação de bens. Além disso, pontua regras sobre o uso das dependências da Casa e o ingresso, circulação e identificação de servidores, funcionários e estagiários. Por fim, o documento cita a necessidade de atuação de bombeiros civis para ações de prevenção e combate a incêndio, além de outras normas gerais de segurança interna. “A resolução facilita a presença do povo na Casa, demos fim à proibição de entrada de pessoas com bermudas e saias, por exemplo. Também fortalecemos ações preventivas e teremos a presença de bombeiros civis”, comenta o vereador Yuri Moura.

Para o Presidente da Câmara, Fred Procópio, essa ação é fundamental para o bom funcionamento e segurança dos servidores e do público em geral. “Tivemos dois incidentes delicados logo no início da legislatura e a mesa diretora decidiu formular essa normativa. Esse projeto é parte integrante da reforma administrativa que iremos promover que prevê reestruturação de cargos, funções gratificadas e concurso público”, diz.

– Este projeto de resolução mostra o quanto nos importamos em manter as portas abertas para a população, afinal, esta é e sempre será a Casa do Povo –, afirma Junior Paixão.

Já Junior Coruja reforça que organização interna é sempre bem vinda. “A Câmara estava precisando dessa ação, principalmente para os funcionários internos da Casa se sentirem mais tranquilos e seguros no ambiente de trabalho”, finaliza. 



Edição anterior (2363):
sexta-feira, 30 de abril de 2021
Ed. 2363:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2363): sexta-feira, 30 de abril de 2021

Ed.2363:

Compartilhe:

Voltar: