Edição anterior (2334):
quinta-feira, 01 de abril de 2021
Ed. 2334:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2334): quinta-feira, 01 de abril de 2021

Ed.2334:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade
 

Catedral Metodista suspende cultos presenciais

Medida vale até o dia 8, quando será reavaliada pela liderança

Wellington Daniel

A Catedral Metodista de Petrópolis anunciou ontem (31) a suspensão dos cultos presenciais até o dia 8 de abril, quando a medida será avaliada novamente pela liderança. A igreja, com sede na Rua Marechal Deodoro, informou por meio de nota, nas redes sociais, que a decisão foi tomada diante do agravamento da pandemia e a saturação do sistema de saúde.

“Procurando o bem do povo que amamos, informamos que a partir de hoje, os cultos da Catedral Metodista de Petrópolis, e suas extensões, acontecerão apenas online e serão transmitidos em nosso canal no Youtube. Pedimos a toda a nossa comunidade que colabore evitando todo e qualquer tipo de aglomeração”, diz o texto assinado pelo pastor Ewander Macêdo.

Na terça-feira (30), a ocupação dos leitos de UTI da rede pública chegou a 99,07% e hospitais privados também apontam para uma situação de colapso. Desta forma, além da Metodista, outras igrejas também estão aumentando as medidas preventivas contra o vírus.

A Segunda Igreja Batista de Petrópolis está transmitindo os cultos pelas redes sociais. De acordo com a instituição, há a recomendação para que só participe das celebrações de forma presencial aqueles que participam do funcionamento das mesmas, bem como pessoas que já foram vacinadas. Os demais são aconselhados a assistirem de casa.

Na Wesleyana Central em Petrópolis, os cultos presenciais também estão suspensos. Os pastores se dividem em três horários de reuniões de oração, com a presença de, no máximo, 120 fiéis. O templo comporta cerca de 800 pessoas sentadas. A medida foi tomada, pois os cultos de celebração atraem um maior número de pessoas. Neste caso, serão realizados apenas online.

Na Igreja Católica, a celebração da Páscoa também será diferente. Hoje (01), por exemplo, a Missa dos Santos Óleos será celebrada sem a presença dos fiéis. A Diocese de Petrópolis mantém desde outubro a ocupação dos templos em, no máximo, 30% com o uso obrigatório de máscaras de proteção, além de outros cuidados determinados pelo bispo diocesano Dom Gregório Paixão. As celebrações também são feitas de forma online, para que os fiéis possam assistir de casa.

Pelo decreto da Prefeitura de Petrópolis, os templos e cultos religiosos estão autorizados. O município chegou a flexibilizar a capacidade de presentes para 50%, mas, nesta semana, voltou atrás e determinou que os espaços tenham apenas 30% de ocupação. Além disso, as instituições devem seguir regras sanitárias, como higienização e uso obrigatório de máscara.



Edição anterior (2334):
quinta-feira, 01 de abril de 2021
Ed. 2334:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2334): quinta-feira, 01 de abril de 2021

Ed.2334:

Compartilhe:

Voltar: