Edição anterior (3292):
domingo, 12 de novembro de 2023
Ed. 3292:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (3292): domingo, 12 de novembro de 2023

Ed.3292:

Compartilhe:

Voltar:


  Economia

Cesta básica tem leve queda nos preços em outubro


 Foto: Pixabay

 

Gabriel Miranda – estagiário

Uma pesquisa realizada pelo Diário mostra que os preços da cesta básica – conforme descrito pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) – apresenta valor total mais baixo do que na capital. Em Petrópolis, o preço médio de 14 alimentos que compõem a cesta básica soma R$ 617,66. Na cidade do Rio de Janeiro (onde o Dieese realiza pesquisa), o custo final foi de R$ 721,17.

Dos últimos treze levantamentos realizados pelo jornal, o preço da cesta básica registrou mais uma leve queda nos preços. Desde outubro de 2022, quando o jornal começou a realizar o cálculo em relação ao Dieese, os preços vinham em alta, chegando seu ápice em janeiro de 2023, quando a cesta básica chegou a custar R$ 694,04.

O Diário pesquisou preços em três supermercados do Centro nesse sábado (11/11): Armazém do Grão, Multimix e Dib.


 Entre os estabelecimentos, as variações que mais chamaram a atenção foram nos preços do arroz, do acém moído, da banana-prata, do café, do feijão e do pão francês. O quilo do arroz saía por R$ 7,99 no Armazém do Grão, enquanto na Dib estava custando R$ 9,69, variando em 21%. O quilo do acém moído estava com uma diferença entre os mercados de 45%, o mais barato saindo por R$ 19,99 e o mais caro a R$ 28,99. A banana-prata estava sendo vendida por R$ 4,99 na Dib enquanto no Multimix estava custando R$ 7,49, variando em 50%.

Seguindo esta tendência de alimentos que estavam com uma diferença grande, o café estava mais barato no Armazém do Grão custando R$ 19,99 e saindo por R$ 21,99 na Dib, sendo uma diferença de 15%. O quilo do pão francês também chamou atenção custando na Dib R$ 17,99. O feijão-preto, da marca ComBrasil, estava com um preço mais acessível no Armazém do Grão e o mais caro por R$ 9,99 na Dib.

Entre os 14 produtos que compõem a cesta básica, em comparação com a matéria realizada no dia 14 de outubro, quatro tiveram queda nos preços médios: a banana (2,5%), o acém moído (1%), o leite (3%) e o pão francês (0,5%) Dois alimentos apresentaram alta nos preços: a batata (2%) e o feijão (1%). O açúcar, o arroz, o café, a farinha de trigo, o fubá, a manteiga, o óleo e o tomate. Devido a estas alterações nestes alimentos, o valor da cesta básica diminuiu 0,6%.

Dieese

Entre setembro e outubro de 2023, oito alimentos apresentaram diminuição no preço médio: a batata (29,10%), o arroz agulhinha (6,72%), a carne bovina de primeira (1,30%), a manteiga (1,27%), o óleo de soja (0,88%), o pão francês (0,73%), o açúcar refinado (0,63%) e o feijão preto (0,14%). Outros cinco produtos tiveram aumento nos preços médios: o tomate (-6,47%), a banana (-4,97%), o café em pó (-2,94%), o leite integral (-2,47%) e a farinha de trigo (-1,98%).

No acumulado dos últimos 12 meses, foram registradas elevações em seis dos 13 produtos da cesta: o tomate (29,86%), o arroz agulhinha (26,72%), o feijão preto (10,62%), o açúcar refinado (9,68%), o pão francês (4,22%) e a manteiga (0,82%).  As quedas acumuladas foram registradas no preço do óleo de soja (-30,43%), da batata (- 16,59%), do leite integral (-11,39%), do café em pó (-9,45%), da carne bovina de primeira (-9,28%), da banana (-8,58%) e da farinha de trigo (-3,57%).

Calculo realizado para chegar nestes valores


 



Edição anterior (3292):
domingo, 12 de novembro de 2023
Ed. 3292:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (3292): domingo, 12 de novembro de 2023

Ed.3292:

Compartilhe:

Voltar: