Edição anterior (2337):
domingo, 04 de abril de 2021
Ed. 2337:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2337): domingo, 04 de abril de 2021

Ed.2337:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Como manter boa alimentação no período de Páscoa e pandemia

Wesley Fernandes – especial para o Diário

 EM TEMPOS de pandemia o consumo de chocolates acaba virando um escape para a ansiedade, em especial na Páscoa

A pandemia da covid-19 mudou a vida e a rotina da população mundial. Quando falamos no assunto, uma das primeiras coisas que vem à cabeça é sobre ficar em casa e seguir as medidas preventivas contra o coronavírus. Devido às mudanças na rotina dos brasileiros, muitas emoções negativas são despertadas, principalmente quando vêm acompanhadas do aumento no número de casos e de mortes causadas pela doença. Por isso, é comum que as pessoas enxerguem a alimentação como uma válvula de escape, começando a comer de forma desenfreada.

Além da pandemia, chegamos neste domingo (04) na Páscoa, que significa alguns ovos de chocolate a mais e o tradicional almoço de domingo. Já no último dia 31, foi celebrado o Dia Nacional da Saúde e Nutrição. Para entender melhor como manter uma boa alimentação neste período de pandemia e Páscoa, o Diário conversou com o nutricionista Christopher Weber da Academia Körper.

“Com o atual cenário que estamos vivenciando, é cada vez mais comum o aparecimento de pessoas com quadro de ansiedade, mas você sabe de fato o que significa isso? Ansiedade é um compilado de sentimentos de medo, apreensão, caracterizado por tensão ou perigo, de algo desconhecido ou estranho. Tudo a ver com o momento que estamos passando! Essa ansiedade constante atrelada ao isolamento social provoca no nosso corpo sensações de medo, incerteza e estresse. Nosso corpo reage a isso ficando constantemente em estado de alerta, resultando em uma série de alterações fisiológicas correlacionadas a alimentação que acabam gerando um ciclo vicioso: exposição repetitiva ao estresse; ativação do nosso sistema de compensação; busca por alimentos ricos em gordura ou açúcar; disbiose intestinal; deuroinflamação; e ansiedade”, explica o profissional.

Conciliar pandemia, páscoa e boa alimentação pode parecer difícil, mas Christopher explica como quebrar esse ciclo. “O ideal que é façamos a inserção de alimentos anti-inflamatórios no seu dia a dia, como por exemplo, peixes ricos em ômega-3, abacate, gengibre, limão, uva, açafrão, azeite e pimenta. É recomendável também o consumo regular de alimentos fontes de triptofano, entre eles, banana, castanha de caju, ovo, lacticínios e chocolate 70%. O triptofano é um percussor do hormônio serotonina, o famoso hormônio do bem-estar que auxilia na diminuição do estresse e ansiedade”, destaca.

O profissional frisa, ainda, que chás relaxantes podem diminuir a ansiedade. “Uma boa opção para diminuir os quadros de ansiedade é o consumo de chás relaxantes, como por exemplo, melissa, mulungu, camomila, erva cidreira e passiflora”, disse.

Christopher destaca que o chocolate também faz parte da alimentação, mas que ele deve ser consumido com moderação. “Nós, profissionais da área da nutrição, esperamos que as pessoas tenham uma alimentação saudável e equilibrada durante o ano todo. Então, não é um dia que elas comam um chocolate a mais ou qualquer outra coisa que vai prejudicar ou alterar a saúde. A recomendação é que nessa Páscoa as pessoas comam com moderação as coisas que gostam e as deixam felizes”, explica.

Por fim, ele alerta para que, após esse período, as pessoas retornem para a rotina de alimentação. “Após a Páscoa, o ideal é que as pessoas voltem a sua rotina de alimentação equilibrada e boa hidratação”, finaliza.

Pós-graduado em bases fisiológicas do treinamento personalizado, nutrição esportiva e medicina avançada pela Faculdade São Gabriel da Palha (FASG), Christopher Weber atende em diversos locais da cidade. O agendamento de consultas pode ser realizado através do seu perfil no Instagram - @nutrichrisweber.



Edição anterior (2337):
domingo, 04 de abril de 2021
Ed. 2337:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2337): domingo, 04 de abril de 2021

Ed.2337:

Compartilhe:

Voltar: