Edição anterior (2513):
sábado, 25 de setembro de 2021
Ed. 2513:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2513): sábado, 25 de setembro de 2021

Ed.2513:

Compartilhe:

Voltar:


  Meio Ambiente

Estado enterra R$1bi de resíduos recicláveis por ano

Petrópolis recolhe cerca de 45 toneladas de material reaproveitável por mês

 

Foto: Reprodução PMP

Priscila Torquato – especial para o Diário

O “Mapeamento dos Fluxos de Recicláveis Pós-Consumo no Estado do Rio de Janeiro realizado pela Firjan foi divulgado nesta quinta-feira (23), com o objetivo de contribuir para o fortalecimento do encadeamento produtivo da reciclagem, estimulando a retenção de recursos materiais e econômicos, além da redução da sobrecarga dos resíduos ao meio ambiente.

Os números coletados mostram que o Rio enterra R$1 bilhão de resíduos recicláveis por ano. A análise foi dividida por região e os dados de Petrópolis e Teresópolis foram compilados juntos na Região Serrana. Apesar de não separar a quantidade de material por cidade, na serra, 7.047 toneladas foram produzidas em 2019.

Estima-se que 319 mil toneladas de resíduos foram perdidos para o ambiente no estado em 2019, somando o volume que não foi coletado ou foi depositado em local inadequado, no meio ambiente. “Isso é oito vezes mais do que o total que é recolhido pela coleta seletiva de todos os municípios no território fluminense”, explica Carolina Zoccoli, especialista em Sustentabilidade da Firjan.

Em Petrópolis o programa de coleta seletiva da Comdep atua em 10 localidades. Nesta quinta-feira (23) a prefeitura anunciou a ampliação do serviço que, agora também será oferecido no Vale das Videiras e Brejal. Por ano são coletadas 45 toneladas de recicláveis por mês na cidade. “Nosso principal desafio é conscientizar as pessoas, estimular a mudança de hábitos e, ao mesmo tempo, ampliar o serviço”, pontua o prefeito interino Hingo Hammes.

Segundo a prefeitura, a Comdep está reformulando todo o serviço. O Centro de Triagem vai mudar de endereço e todo o recurso gerado por meio dos recicláveis será reinvestido no próprio programa, assegurando a ampliação do trabalho. “Os recursos voltarão para o próprio programa, garantindo sustentabilidade à iniciativa.”

Seguindo um cronograma diário, o serviço de coleta seletiva também funciona no Bingen, Mosela, Valparaíso, Morin e Alto da Serra. Nesta última região a coleta é realizada no Vila Felipe, Chácara Flora e Sargento Boening. A Prefeitura disponibiliza ainda quatro ecopontos. Eles estão localizados na Rua General Rondon, em frente a Comdep; na Rua Mosela; Parque Municipal de Petrópolis, em Itaipava e Araras, na Estrada Bernardo Coutinho, nos números 30 e 35.

 



Edição anterior (2513):
sábado, 25 de setembro de 2021
Ed. 2513:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2513): sábado, 25 de setembro de 2021

Ed.2513:

Compartilhe:

Voltar: