Edição anterior (2333):
quarta-feira, 31 de março de 2021
Ed. 2333:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2333): quarta-feira, 31 de março de 2021

Ed.2333:

Compartilhe:

Voltar:


  VACINA

Governo do Estado institui Calendário Único de Vacinação contra a Covid-19

Forças de Segurança, Salvamento e profissionais de Educação agora fazem parte do grupo prioritário para imunização


 O governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, anunciou, nesta terça-feira (30/03), a criação de um Calendário Único de Vacinação contra a Covid-19. O objetivo é garantir a uniformidade na imunização em todas as regiões do estado e a prioridade da população de maior risco. De acordo com o decreto publicado nesta terça-feira, profissionais da área de segurança e salvamento passam a fazer parte do grupo prioritário e serão imunizados a partir do dia 12 de abril.

Além disso, a iniciativa visa intensificar a imunização para profissionais de saúde. Os mais de 320 mil que ainda não foram vacinados receberão a primeira dose até o dia 10 de abril. O decreto ainda prevê que idosos com 60 anos ou mais recebam a primeira dose até o dia 17 de abril.

Já os profissionais de Educação também estão no grupo prioritário e devem começar a ser imunizados na segunda quinzena de abril.

- O Calendário Único de Vacinação vai dar mais tranquilidade à população. Os prefeitos perceberam uma grande migração de pessoas para municípios vizinhos em busca da vacina. Nós queremos que a vacina chegue para todas as regiões do estado. A imunização é a nossa grande esperança e vamos continuar trabalhando para que a vacinação prossiga da melhor forma possível – destacou Cláudio Castro.

O calendário único servirá como norte para os municípios para que todos possam acompanhar as fases de imunização. As cidades que já estão adiantadas em relação à vacinação do primeiro grupo previsto no calendário único poderão dar prosseguimento aos seus calendários. Entretanto, as secretarias municipais de Saúde deverão seguir os grupos previstos na 1ª fase de imunização, conforme preconizado no Plano Nacional.

 

Secretaria de Saúde vai realinhar ações para seguir calendário único de vacinação do estado, mas depende da chegada de mais vacinas

 

A Secretaria Municipal de Saúde fará nesta quarta-feira (31) uma reunião para detalhar o novo  decreto estadual que cria o calendário único de vacinação contra a covid-19 e discutir a reorganização do trabalho das equipes, no momento do recebimento de doses em quantidade suficiente para atender os públicos especificados. O município seguirá as orientações estaduais, que valem para todo os municípios fluminenses, fazendo o realinhamento das ações para garantir que o trabalho continue sendo realizado de maneira organizada e sem risco de interrupção por falta de doses.

Neste momento as equipes seguirão vacinando idosos com mais de 70 anos, profissionais de saúde e acamados, conforme planejamento municipal, seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde. Novas etapas serão anunciadas conforme a chegada de novas doses.

O prefeito interino Hingo Hammes e o secretário municipal de Saúde, Aloisio Barbosa da Silva Filho, já estão em contato com representantes do governo estadual para checar a previsão de entrega de novas doses da vacina, que serão necessárias para o cumprimento do cronograma previsto pelo estado.

“É importante que o Ministério de Saúde forneça quantidade maior de vacinas, com regularidade, para que todos municípios possam seguir o cronograma sem interrupção. Quanto mais ampliamos a faixa etária, maior é o público. Para convocar as pessoas para que tomem a vacina, precisamos ter as doses no município”, frisou o secretário.

Até agora mais de 27 mil pessoas foram vacinadas contra a covid-19 em Petrópolis. O número representa 8,8% da população. A média é maior do que a registrada no estado, de 6,3% da população.



Edição anterior (2333):
quarta-feira, 31 de março de 2021
Ed. 2333:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2333): quarta-feira, 31 de março de 2021

Ed.2333:

Compartilhe:

Voltar: