Edição anterior (2416):
terça-feira, 22 de junho de 2021
Ed. 2416:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2416): terça-feira, 22 de junho de 2021

Ed.2416:

Compartilhe:

Voltar:


  Colunistas
Marise Simões
COLUNISTA

 

 

80 Anos de Música


 800 m2 de espaço expositivo, 200 fotos da vida do João Carlos Martins, desde sua infância, 500 imagens de sua carreira no Brasil e no mundo, 1 hora e 40 minutos de vídeos, 45 objetos de seu acervo, como o teclado sem som que usava em suas turnês como pianista, 16 fontes de vídeos e 19 fontes de áudio.  Estes são alguns números da exposição interativa João Carlos Martins: 80 Anos de Música, que acaba de ser inaugurada na galeria principal do Centro Cultural FIESP, na Paulista, narrando a história da música em sua vida como pianista, maestro e sua trajetória de superação. A exposição é fruto de um trabalho minucioso de pesquisa, conduzido por Jorge Takla, pela primeira vez atuando como curador e direção artística de uma exposição, com projeto expográfico do arquiteto Álvaro Razuk e fica em cartaz até 26 de setembro. A entrada é gratuita, com reservas pelo site da instituição (FOTO - Maestro João Carlos Martins e Jorge Takla (Foto: Luiz França)

 

 

De Petrópolis para o mundo


 O sétimo aniversário do Instituto Vishva Vidya – um centro de estudos de Vedanta, Sânscrito e outras disciplinas da Tradição Védica –, foi comemorado essa semana. Ao longo dos anos, o Instituto tem levado o nome de Petrópolis mundo a fora porque é da cidade que todas as aulas são ministradas, principalmente no formato online, já tendo alcançado a marca de 100 mil pessoas estudando Vedanta no Brasil. Seu fundador, o professor tradicional de Vedanta, Jonas Masetti, é reconhecido como um dos embaixadores da Tradição Védica na América do Sul.  À coluna, o professor contou que tem planos para o futuro do instituto: a montagem de um Centro Cultural com a tecnologia Full Interactive Learning®, para que os petropolitanos possam usufruir desta tecnologia pioneira que só existe em dois lugares no mundo. Para quem deseja  se aprofundar neste caminho, já há um vasto material gratuito disponibilizado nas redes sociais e no YouTube Jonas Masetti.  (FOTO - Professor Jonas Masetti)

 

Bazar Beneficente

Nesta segunda-feira (21), tem início a estação mais fria do ano, o inverno. E para este período, nada melhor que reforçar o estoque de roupas para se proteger das baixas temperaturas em Petrópolis. Pensando em colaborar com as ações do Centro de Acolhimento que atende pessoas em tratamento contra o câncer, a APPO, Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos, realiza até o dia 30 de julho, o primeiro bazar beneficente do ano.
Calçados, vestuário, itens para decoração, mobiliário e utensílios domésticos, são algumas das opções que serão oferecidas. Para esquentar do friozinho, casacos, botas, calças de moletom, cachecóis, cobertores, meias e outros, poderão ser compradas por preços que cabem no bolso. Quem quiser doar objetos e roupas, deve entrar em contato pelo telefone (24) 2242-0956 para agendar a entrega dos itens. A APPO fica na Rua Visconde da Penha, 72 - Centro.

 

Michael Lennertz

A 22ª edição do Festival Solstício do Som vai resgatar a Galeria Michael Lennertz, que homenageia o fotógrafo de Petrópolis que era entusiasta do evento e morreu em 2013 vítima de uma doença rara. A mostra virtual de artes começou no último dia 18 e as manifestações artísticas ocorrem no espaço Piccola Arena, no Rocio, até o dia 21 deste mês, data que marca o Solstício de Inverno. Devido à pandemia da covid-19, o espaço não será aberto ao público. As apresentações serão transmitidas pelo canal do Solstício do Som no Youtube.



Edição anterior (2416):
terça-feira, 22 de junho de 2021
Ed. 2416:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2416): terça-feira, 22 de junho de 2021

Ed.2416:

Compartilhe:

Voltar: