Edição anterior (2332):
terça-feira, 30 de março de 2021
Ed. 2332:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2332): terça-feira, 30 de março de 2021

Ed.2332:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Moradores se preocupam com cães abandonados

Jovem chegou a ser atacado por animais no Centro

Wellington Daniel

Quem passa pelas ruas do Centro da cidade se preocupa com a quantidade de cães abandonados nas ruas. Em um dos casos, um jovem chegou a ser mordido pelos animais no dia 21 de março e precisou procurar atendimento médico. De acordo com o relato, os cachorros se sentiram assustados com um barulho de plástico na Rua Barão de Teffé.

“Estava passando, os cachorros estavam comendo e o rapaz da frente fez barulho com um plástico, acho que se assustaram e acharam que era eu, vieram em cima de mim. Uma senhora que estava atrás também ficou assustada e com medo de atacarem”, conta o jovem que preferiu não se identificar.

Os cachorros, em torno de cinco, vieram latindo e o jovem tentou espantá-los com uma bolsa, mas ainda assim um o mordeu na perna “Fiquei preocupado de terem atacado a senhora que também estava ali perto”, relatou.

“Tem muito cachorro abandonado na rua”, reclamou. Para ele, o chato em situações como esta, é ter que procurar uma unidade de saúde. “Está tudo certo na UPA, fui bem atendido, mas o ruim é ter que procurar a unidade para tomar a antirrábica, nesse tempo de covid”.

Procurada, a Prefeitura disse que realiza, desde o mês passado, campanhas quinzenais de doação de animais em parceria com protetores na Praça Dom Pedro. Segundo o município, 21 animais já conseguiram novos lares com a ação, que conscientiza sobre a importância da adoção responsável;

O município também informou que pretende, após a pandemia, realizar ações de conscientização com alunos da rede municipal.



Edição anterior (2332):
terça-feira, 30 de março de 2021
Ed. 2332:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2332): terça-feira, 30 de março de 2021

Ed.2332:

Compartilhe:

Voltar: