Edição anterior (2524):
quarta-feira, 06 de outubro de 2021
Ed. 2524:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2524): quarta-feira, 06 de outubro de 2021

Ed.2524:

Compartilhe:

Voltar:


  Covid-19

Ocupação de UTIs para covid-19 sofre nova queda e chega a 10% em Petrópolis


 

Imagem de Silas Camargo Silão por Pixabay 

 

Wesley Fernandes – especial para o Diário

Após registrar seguidas quedas, a taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) chegou a 10,61% em Petrópolis. O índice representa apenas 07 pacientes internados em leitos disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, a taxa é uma das menores alcançadas nos últimos meses na Cidade Imperial, que contabiliza, ainda, 23,33% de ocupação em leitos clínicos. Esses números indicam que os avanços na campanha de vacinação contra a doença têm contribuído para um cenário positivo para o fim da pandemia no município.

Levando em conta toda a rede de saúde de Petrópolis, incluindo hospitais públicos e privados, nesta terça são 91 pacientes internados – 36 em UTIs e 55 em leitos clínicos. Assim como em todo o Brasil, segundo o Boletim do Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), os baixos índices na taxa de ocupação, número de pacientes internados e óbitos por coronavírus estão associados, principalmente, a imunização da população contra a doença.

“Novamente, pela primeira vez desde o início da vacinação entre adultos, todos os indicadores (internações, internações em UTI e óbitos) passaram a sofrer significativas quedas”, dizem os cientistas.

Segundo o boletim epidemiológico, até agora foram realizados no município 200.549 testes para covid-19, com 48.866 resultados positivos e 151.187 negativos (levando em consideração testes rápidos e Swab). Foram registrados, ainda, mais cinco óbitos pela doença (confira a relação abaixo).

De acordo com a Secretaria de Saúde, o número de óbitos, hoje em 1.526, é atualizado nos boletins apenas após o registro do atestado de óbito e do resultado do exame do paciente no sistema da Vigilância Epidemiológica, o que é feito por equipe administrativa. Trata-se de medida de segurança para evitar erros na informação divulgada pela Secretaria de Saúde.

Relação dos óbitos

·  Mulher, 87 anos, moradora do Carangola. Internada em 13/07/21 na UPA Cascatinha. Óbito registrado em 03/08/21 no HMNSE. Paciente com doença cardiovascular e diabetes.

·  Homem, 71 anos, morador do Centro. Internado em 17/08/21 na UPA Cascatinha. Óbito registrado em 30/09/21 no HNSA. Paciente com doença neurológica crônica, diabetes e hipertensão arterial.

·  Mulher, 78 anos, moradora da Estrada da Saudade. Internada em 15/09/21 na UPA Cascatinha. Óbito registrado em 02/10/21 no HNSA. Paciente com diabetes e hipertensão arterial.

·  Mulher. 83 anos, moradora de Araras. Internada em 11/09/21 na UPA Cascatinha. Óbito registrado em 02/10/21 no HNSA.

·  Homem, 69 anos, morador do Caxambu. Internado em 01/09/21 no HST. Óbito registrado em 04/10/21 no HST. Paciente com hipertensão arterial e pneumopatia crônica.

 



Edição anterior (2524):
quarta-feira, 06 de outubro de 2021
Ed. 2524:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2524): quarta-feira, 06 de outubro de 2021

Ed.2524:

Compartilhe:

Voltar: