Edição anterior (2360):
terça-feira, 27 de abril de 2021
Ed. 2360:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2360): terça-feira, 27 de abril de 2021

Ed.2360:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Prefeito interino Hingo Hammes reúne equipe de governo para tratar do SIMASE

 

 

“Vamos priorizar a elaboração do Sistema Municipal Socioeducativo (SIMASE). Esse trabalho será voltado para inclusão dos adolescentes no mercado de trabalho e em projetos esportivos e culturais reunindo os mais diversos setores da prefeitura”, garantiu o prefeito interino Hingo Hammes, em uma reunião on-line com a equipe de governo e os promotores Vicente Mauro (1ª promotoria de Infância e Juventude) e Odilon Medeiros (2ª promotoria de Infância e Juventude) nesta segunda-feira (26/04). Hammes anunciou ainda que o município vai encaminhar para à Câmara Municipal um projeto de lei criando o SIMASE.

"Esse projeto de lei foi criado em parceria com o Ministério Público e com os promotores. É um trabalho feito por muitas mãos. A nossa ideia é envolver diversos setores do governo, como o esporte, a cultura, o desenvolvimento econômico, entre outros, funcionando como uma rede de apoio para que o adolescente seja acolhido e possa ganhar novas oportunidades", explicou Hingo Hammes.

O SIMASE vai funcionar como uma rede de suporte aos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em meio aberto. Hoje, por exemplo, o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) acompanha cerca de 80 adolescentes que respondem por atos infracionais. Segundo a secretária de Assistência Social, Rosane Borsato, a formulação desse plano vem para corrigir a dificuldade que existe em recuperar os adolescentes que cometem atos infracionais.

"A criação da lei municipal representa um grande avanço no trabalho com esses adolescentes. Já existe uma lei federal, mas a realidade municipal precisa ser levada em conta. Além disso, a intersetorialidade fará a medida socioeducativa ter eficácia, com diversos setores trabalhando em conjunto", garantiu Rosane.

O promotor Vicente Mauro destacou o interesse do governo em organizar uma rede de atendimento aos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em meio aberto. "Nós precisamos de uma integração efetiva, com a Secretaria de Educação, de Saúde, de Desenvolvimento Econômico, Esporte e Lazer e Cultura. Não é uma ação isolada da Assistência Social. A criação dessa rede efetiva de atendimento é fundamental para atender esse adolescente”, disse.

Participaram do encontro o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura, Leandro Kronemberger (que também é secretário interino de Esporte, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer); o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Soares; a secretária de Educação, Marcia Palma; a coordenadora Especial de Relações Institucionais, Fernanda Ferreira; a coordenadora do projeto Petrópolis da Paz, Elsie Elen Loureiro de Carvalho.



Edição anterior (2360):
terça-feira, 27 de abril de 2021
Ed. 2360:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2360): terça-feira, 27 de abril de 2021

Ed.2360:

Compartilhe:

Voltar: