Edição anterior (2400):
domingo, 06 de junho de 2021
Ed. 2400:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2400): domingo, 06 de junho de 2021

Ed.2400:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Turistas escolhem a Cidade Imperial para curtir o feriadão

 Priscila Torquato – especial para o Diário/Foto - Alcir Aglio

 

Diante da ocupação hoteleira divulgada para Petrópolis durante o feriado prolongado e a chegada do fim de semana, a equipe do Diário de Petrópolis foi até um dos acessos à cidade para conferir a movimentação turística no local. Em um dos principais pontos de visitação, o Sesc Quitandinha encontramos logo cedo, por volta das 10h, muitos visitantes conhecendo o espaço. Reaberto no início de junho, o gramado do Palácio já registrava ocupação máxima: 150 pessoas de uma só vez. Havia fila de espera e lá encontramos uma família de cinco pessoas que veio de Niterói para passar o dia na cidade.

“O dia amanheceu lindo e decidimos vir passear em Petrópolis. Vamos aproveitar o dia aqui na cidade e fazer compras na Rua Teresa”, explica a turista Amanda Laís.

E o dia estava realmente convidativo: céu azul, sol e temperaturas amenas. Combinação perfeita para um dia de passeio em família, não fosse a atual pandemia que estamos enfrentando. O boletim divulgado pela prefeitura nesta sexta-feira (04.06) mostra que em Petrópolis 38.573 pessoas positivaram para covid-19 desde o início da pandemia. Desse total 1.196 petropolitanos não resistiram e morreram em decorrência da infecção. Há ainda 2.989 testes em análise e 213 pessoas estão internadas. Enquanto isso a cidade recebe os visitantes e turistas para alguns dias de descanso e lazer na cidade.  Adriana Lacerda é uma dessas pessoas. Ela, familiares e amigos subiram a Serra, vindos do Rio de Janeiro, pela manhã, para fazer um piquenique ao ar livre. “O dia está muito agradável, viemos hoje, vamos dormir na cidade e ir embora no domingo”, revela.

Para acessar as partes comuns do gramado e o interior do Palácio Quitandinha, o visitante tem a temperatura aferida e é orientado a seguir os protocolos estipulados como distanciamento entre os grupos e manter a máscara de proteção individual mesmo para o registro de fotografias. Fiscais do Sesc percorrem o local para garantir que as normas sejam seguidas. Enquanto estivemos no local, não registramos ninguém sem máscara ou desobedecendo às determinações.

A família de Ana Alice Endlich é do Espírito Santo e escolheu Petrópolis como o primeiro destino turístico desde que a pandemia começou. Chegaram na quinta-feira (03.06) e fecharam um pacote de hospedagem até domingo (06.06). Fizeram os passeios clássicos da cidade e hoje estavam na fila para entrar no Palácio Quitandinha. Os turistas nos contaram que se sentiram seguros na cidade com relação aos protocolos contra a covid-19.

“Todos os locais que estivemos seguiam as normas de controle da covid-19. O hotel tem café da manhã com hora marcada, nos restaurantes era tudo organizado, com distanciamento e ótima estrutura; nos pontos turísticos ficamos de máscara o tempo todo e havia álcool em gel. A cidade é linda e nos atraiu pela riqueza histórica. Estamos adorando o passeio”, contou.

Barreiras sanitárias

Aproveitando a ida ao Quitandinha, nossa equipe seguiu até o Pórtico para verificar a situação na barreira sanitária instalada no local. Ela estava em funcionamento, mas observamos que em alguns momentos, para evitar congestionamento, um dos agentes da CPTrans liberava alguns carros sem a checagem devida. De acordo com o decreto municipal em vigor, o acesso à Petrópolis está autorizado para moradores (comprovando residência), prestadores de serviços, que comprovem o tipo de serviço a ser realizado na cidade, aos turistas com comprovação de hospedagem e aos compradores dos pólos de moda que apresentarem um ticket de entrada preenchido e encaminhado pelas lojas. Durante o período que nossa equipe esteve no local, não registrou problemas no trânsito, nem filas extensas de veículos aguardando para acessar a cidade. Entre as 7h e 10h ninguém apresentou temperatura corporal acima do permitido, segundo a equipe de plantão o local. Sobre o problema identificado na barreira pela equipe do Diário, questionamos a Prefeitura, mas, não obtivemos resposta até o fechamento desta edição.

 



Edição anterior (2400):
domingo, 06 de junho de 2021
Ed. 2400:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2400): domingo, 06 de junho de 2021

Ed.2400:

Compartilhe:

Voltar: