Edição anterior (2396):
quarta-feira, 02 de junho de 2021
Ed. 2396:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2396): quarta-feira, 02 de junho de 2021

Ed.2396:

Compartilhe:

Voltar:


  VACINA

Vacinação para profissionais da Educação começa a ser feita na Casa da Educação Visconde de Mauá

Só serão vacinados os profissionais previamente cadastrados no site da PMP

A Prefeitura de Petrópolis iniciará a vacinação para os profissionais da Educação nesta quarta-feira (02/06) na Casa da Educação Visconde de Mauá. Serão vacinados todos os funcionários que atuam em Centros de Educação Infantil (CEIs) e também os que atuam nas escolas, especificamente nas turmas que atendem a educação infantil (crianças de até cinco anos). A vacinação para esse público-alvo segue determinação do Ministério da Saúde que divulgou Nota Técnica alterando a programação no Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19. Importante destacar que só serão vacinados os profissionais da Educação previamente cadastrados no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) e o local será a Casa da Educação Visconde de Mauá, mesmo local onde é feita a vacinação de profissionais e trabalhadores da Saúde.

Tanto os profissionais das redes públicas quanto da rede particular podem se cadastrar. A disponibilização e vagas para o cadastramento é feita de acordo com a quantidade de doses enviadas pelo Ministério para serem destinadas a este público. O prefeito interino Hingo Hammes salienta que o município recebeu no início da semana novas doses das vacinas Pfizer/BioNTech e AstraZeneca, somando um total de 10.750 primeiras doses, além de 230 doses de Coronovac, referentes a segunda dose para gestantes, e reitera que o município continua seguindo as determinações do Plano de Imunização.

“A abertura do cadastro dos profissionais terá continuidade conforme o calendário do Ministério da Saúde. Importante que todos tenham calma nesse momento, pois à medida que mais doses sejam disponibilizadas todos serão contemplados. O cadastramento, que vem sendo feito desde o início da vacinação, faz parte do planejamento e é fundamental para que haja controle da Secretaria de Saúde; para que se evite aglomerações nos pontos de vacinação”, afirma Hingo Hammes.

“Este planejamento tem sido fundamental para que Petrópolis se mantenha como referência na vacinação contra a covid-19. Estamos avançando mais um pouco agora com o início da vacinação para os profissionais de Educação, conforme as orientações do Ministério da Saúde. Temos mais de 83 mil pessoas vacinadas com a primeira dose e mais de 34 mil pessoas que completaram o esquema de imunização. Seguimos com percentual de vacinação acima dos índices registrado no Estado e o país. A equipe da Secretaria de Saúde está empenhada para ampliarmos a vacinação o mais breve possível”, frisa o secretário de Saúde, Aloísio Barbosa da Silva Filho. Destacando que para isso o município depende da chegada de novos lotes de vacinas. “As equipes da Secretaria de Saúde seguem fazendo todo o planejamento para que a vacinação siga de forma ágil e organizada”, assinala

Além de professores, funcionários de apoio, setores administrativos e das equipes gestoras que atuam nas instituições de ensino que atendem educação infantil podem fazer o cadastro. No caso da rede municipal, além do preenchimento de cadastro no site da prefeitura, a Secretaria de Educação informará à Secretaria de Saúde os nomes dos profissionais que estão lotados nos CEIs, Escolas de Educação Infantil e Escolas regulares que atendem as turmas da educação infantil para facilitar na conferência de dados no momento da vacina.

Com relação aos funcionários da rede particular, após o cadastro no site da prefeitura, no dia da vacinação, o profissional deverá levar um documento da escola onde atua, assinado e carimbado pelo responsável da unidade escolar, em papel timbrado, com identificação oficial da escola, informando que, nos afazeres diários, o funcionário atua diretamente ou tem contato com as turmas que atendem à educação infantil.

“Esse é um momento muito esperado por todos da Educação e esperamos brevemente auxílio do governo federal para que todos os profissionais de todos os segmentos possam ser vacinados. Enquanto isso, estamos dando o primeiro passo. Pedimos calma, nem todos poderão ser vacinados nos primeiros dias por conta da capacidade diária de vacinação, mas, o sistema de cadastro ficará aberto para que todos desse público específico possam ser vacinados”, explica a secretária de Educação, Marcia Palma.

Sobre a vacinação no município:

Petrópolis segue o Plano Nacional de Vacinação, que determina a vacinação de todas as pessoas maiores de 18 anos (neste momento ainda não há aprovação, no Brasil, da vacina para crianças e adolescentes). Em função da quantidade de doses insuficiente para todo o público simultaneamente, o Ministério da Saúde elencou os grupos prioritários, que foram divididos em quatro fases, começando pelos idosos com mais de 75 anos (1ª fase), idosos com 60 a 74 anos (2ª fase), pessoas com comorbidades com 18 a 59 anos (3ª fase) e trabalhadores de áreas como educação, limpeza pública e transporte (4ª fase). Também estão aí os trabalhadores na área de saúde.

Após a conclusão da vacinação nestes grupos, conforme prevê o Plano Nacional de Vacinação, será aberto o cadastramento para a parcela da população que não faz parte dos grupos prioritários elencados pelo Ministério da Saúde.

Podem se cadastrar para a vacinação no momento:

- Profissionais da Educação acima de 18 anos (que trabalham em creches e Centros de Educação Infantil – CEIs) das redes pública e privada

- Pessoas com comorbidades acima de 30 anos

- Trabalhadores da saúde com mais de 18 anos

- Pessoas com síndrome de down maiores de 18 anos

- Pessoas com autismo maiores de 18 anos

- Pacientes renais crônicos com mais de 18 anos

- Pessoas com paralisia cerebral maiores de 18 anos

- Pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) com mais de 30 anos.

- Idosos com mais de 60 anos (aqueles que perderam o chamamento feito anteriormente)

- Gestante e puérperas com comorbidades acima de 18 anos (estas não precisam se cadastrar previamente)



Edição anterior (2396):
quarta-feira, 02 de junho de 2021
Ed. 2396:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2396): quarta-feira, 02 de junho de 2021

Ed.2396:

Compartilhe:

Voltar: